O maior canal de informação do setor

Pela 1ª vez, começa a sobrar vacinas contra covid nos países ricos

185

Pela primeira vez desde o início da pandemia da covid-19, a produção de vacinas dá sinais de que supera a demanda por doses nos países ricos. Dados publicados pela indústria farmacêutica mundial apontam que o ano deve terminar com 12 bilhões de vacinas fabricadas. Mas a distribuição nos países mais pobres continua sendo insuficiente e o “apartheid de vacinas” é a nova realidade do planeta.

De acordo com a Federação Internacional da Indústria Farmacêutica, cerca de 7,5 bilhões de doses já foram fabricadas e, por mês, 1,5 bilhão de unidades estão sendo produzidas.

Para a entidade, o número pode ser um “ponto de inflexão”, já que a produção atinge um ponto no qual a demanda nos países ricos começa a ser plenamente abastecida. Pelo menos metade das vacinas hoje são chinesas. Até meados de 2022, a previsão é de que a produção atinja a marca de 24 bilhões de doses.

De acordo com a indústria, a realidade é que já haveria 1,2 bilhão de doses acima do consumo nos países ricos, um fato que poderia ampliar a distribuição nos países em desenvolvimento e pobres.

Já em setembro, um volume de 500 milhões de doses não usadas poderia já entrar em estratégias de redistribuição.

Hoje, a vacina chegou a 30% da população mundial. Mas enquanto os países ricos atingiram a marca de 70% de cobertura, a África continua a sofrer um desabastecimento, com apenas 6% da população protegida.

Fonte: 24 Brasil

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/dpsp-investira-r-350-milhoes-em-reformas-e-80-novas-lojas/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação