O maior canal de informação do setor

Randolfe para Bolsonaro: Eu queria vacina e vocês propina

124

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), usou as redes sociais, nesta segunda-feira (19), para responder ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Veja também: Coronavac pode precisar de registro definitivo em janeiro, diz gerente da Anvisa

Pela manhã, Bolsonaro divulgou vídeo em que o senador defende celeridade na aprovação do uso emergencial da Covaxin, vacina cuja negociação pelo governo federal se tornou alvo de investigação da CPI, por suspeitas de corrupção.]

Siga nosso Instagram

‘Olha quem queria comprar a Covaxin sem licitação e sem a certificação da ANVISA. O senador Randolfe negociou, em 05/abril/2021, até mesmo a quantidade de vacinas: 20 milhões’, escreveu Bolsonaro.

– Randolfe, Omar e Renildo Calheiros (irmão de Renan), via emendas, tudo fizeram para que governadores e prefeitos pudessem comprar as vacinas a qualquer preço, com o Presidente da República pagando a conta, obviamente.

– Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) July 19, 2021

Ainda de acordo com o chefe do Executivo federal, Randolfe; o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM); e o deputado Renildo Calheiros (PCdoB-PE), irmão do relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL); ‘tudo fizeram para que governadores e prefeitos pudessem comprar as vacinas a qualquer preço, com o Presidente da República pagando a conta, obviamente’.

Em resposta, Randolfe se defendeu alegando que é a favor de todas as vacinas. ‘Coloquei emenda sim porque o seu governo sempre foi contra vacina’, escreveu o senador.

‘Nosso trabalho é para garantir que todos tenham acesso às vacinas. Nosso objetivo é salvar vidas! Quem paga a conta não é você, Bolsonaro. É o povo! A única conta de vocês é a propina’, finalizou.

O senador, ainda afirmou que ‘queria a Janssen, a Covaxin, a AstraZeneca, a CoronaVac, a Pfizer? Nossa diferença é grande: ‘queria vacina! Vocês queriam propina!”.

A Covaxin é alvo da CPI após inumeras denúncias de corrupção dentro do Ministério da Saúde.

É LÓGICO que eu queria vacina o MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. Salvar vidas, pra gente, não é brincadeira e não é algo que se negocie c/ INTERMEDIÁRIOS. Queria a Janssen, a Covaxin, a AstraZeneca, a CoronaVac, a Pfizer… Nossa diferença é grande: eu queria VACINA! Vocês queriam PROPINA! https://t.co/eQKrKhxED1

Fonte: Diario de Pernambuco

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação