fbpx

Saúde do Paraná alerta para variantes do coronavírus

Saúde do Paraná alerta para variantes do coronavírus

A Secretaria de Saúde do Estado do Paraná emitiu um alerta do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde – CIEVS informando que o Ponto Focal do Regulamento Sanitário Internacional do Brasil, por meio do International Health Regulations (IHR), recebeu a confirmação de casos da variante da Índia e da África do Sul do novo coronavírus na Argentina.

Segundo as fontes oficiais encaminhadas, o Ministério da Saúde da Argentina, por meio do Instituto ANLIS MALBRAN, confirmou o diagnóstico de SARS-CoV-2 com sequenciamento de variantes prioritárias em três viajantes. Em dois casos são variantes B.1.617.2 e B.1.617 .1 (originalmente da Índia) e o terceiro se trata da variante B.1.351 (originalmente da África do Sul).

Os três viajantes entraram no país no dia 24 de abril, e foram encaminhados para realizar o isolamento correspondente a um hotel da Cidade de Buenos Aires. Em 26 de abril, as jurisdições foram notificadas para realizar ações de acompanhamento em contatos próximos. A variante B.1.617, detectada pela primeira vez na Índia, foi considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma “variante de preocupação”, por ser uma categoria mais transmissível.

Essa variante vem sendo apontada como uma das principais responsáveis pela segunda onda do novo coronavírus, que provocou um recorde de mortes na Índia nas últimas semanas. Não há comprovação, por enquanto, de que essa nova variante seja mais letal. A preocupação das autoridades sanitárias é com sua maior capacidade de transmissão, o que pode voltar a agravar a situação do sistema hospitalar.

Risco para o Paraná

A presença de variantes de preocupação na Argentina que ainda não circulam no Brasil serve de alerta para os municípios do Paraná, principalmente aos de fronteira. A maior transmissibilidade da variante pode causar uma sobrecarga nos serviços de saúde do estado. Entre as condutas de alerta, a Secretaria de Saúde recomenda ampliar e fortalecer a vigilância da Covid-19 em indivíduos com sintomas e/ou exames positivos de SARS-COV-2 que estiveram na Argentina, nos últimos 15 dias. Também recomenda que as viagens não essenciais para as áreas onde foram detectadas a variante sejam evitadas.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/18/pague-menos-compra-extrafarma-por-r-600-milhoes/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra