Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

O segredo do sucesso do varejo associativista

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

O segredo do sucesso do varejo associativista
Foto: Divulgação Febrafar

O  associativismo no varejo farmacêutico demonstra ter um êxito notável. Tenho dedicado grande parte dos meus 50 anos atuando nesse setor e impulsionando esse modelo. E hoje posso afirmar que os resultados alcançados pelas redes que o praticam em sua essência são provas desse sucesso.

Entretanto, o sucesso não acontece por acaso. O associativismo proporciona vantagens estratégicas às farmácias aderentes, uma vez que promove a reunião de empresas do mesmo segmento, potencializando suas capacidades e recursos.

Mas o que é exatamente o associativismo e por que ele proporciona tantos benefícios? Trata-se de uma abordagem aplicável a empresas de qualquer setor econômico, desde que compartilhem interesses comuns, comercializem os mesmos produtos e/ou prestem o mesmo tipo de serviço com o objetivo de obter vantagens mútuas. O ditado popular a união faz a força encaixa-se perfeitamente na definição desse conceito.

Em geral, empresas isoladas não conseguem competir com as grandes corporações. O associativismo surge para fortalecer os pequenos e médios negócios, tornando-os competitivos, elevando o padrão de qualidade de seus produtos e serviços, reduzindo custos e facilitando seu acesso a novos consumidores.

Contudo, atualmente, na minha opinião, um associativismo eficiente está ligado diretamente à digitalização dos processos. E quando falo isso, não me refiro apenas a sites de vendas, mas sim à importância de tratar dados com assertividade e velocidade.

Ao pensar nesse assunto, é fundamental ter a percepção da necessidade de um projeto de digitalização de todos os pilares ligados à gestão, compras e vendas de uma rede ou farmácia. Hoje essa possibilidade de digitalização vem se mostrando um dos grandes benefícios do associativismo e um fator de aumento de competitividade para quem opta pelo modelo.

Aqui estão alguns outros benefícios do associativismo:

União

O associativismo promove uma união que permite aos empresários pensarem coletivamente e compartilharem experiências para crescerem juntos

Ferramentas compartilhadas

A adesão a ferramentas tecnológicas demanda alto custo, mas quando feito em conjunto, se torna mais acessível

Compra conjunta

Compras conjuntas dão aos empresários maior poder de negociação e visibilidade por parte dos grandes fornecedores do mercado

Fortalecimento de marca

O uso de uma marca forte leva a sua rede ou farmácia para mais pessoas, tornando-a mais conhecida

Capacitação do time

A qualificação dos empresários e funcionários melhora a gestão do negócio, a qualidade do trabalho e o atendimento ao cliente, que está cada vez mais exigente

Mais faturamento

Negociações em massa favorecem aquisições e prazos melhores junto aos fornecedores, proporcionando parcerias de longo prazo, já que as tratativas são feitas em larga escala

Reconhecimento dos clientes

O associativismo possibilita a padronização da loja, tanto visualmente como na gestão das atividades, no atendimento e nos produtos ofertados, garantindo o reconhecimento e a fidelização dos clientes

Se fizermos o exercício de visitar uma farmácia de uma grande rede corporativa, uma farmácia independente ligada a uma associação organizada e, por último, um PDV “solitário”, será fácil ver as diferenças e descobrir quem estará de portas abertas no futuro. Como grande entusiasta do associativismo, afirmo que o modelo é o caminho da prosperidade para as farmácias independentes poderem competir com as grandes corporações do mercado farmacêutico nacional.

* Edison Tamascia é um empresário com 50 anos de experiência no varejo farmacêutico. É presidente da Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) e um dos principais promotores do associativismo no país

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress