O maior canal de informação do setor

Grande varejo farmacêutico tem maior avanço em uma década

426

Grandes redes de farmácias crescem acima de 18% no 1º semestre

 

Com faturamento superior a R$ 49,6 bilhões no acumulado de janeiro a setembro deste ano, o grande varejo farmacêutico cresceu 17,39% em relação ao mesmo período de 2020. É o maior avanço percentual em uma década, desde a evolução de 19,4% registrada em 2011.

Como parâmetro, o setor teve incremento de 10,47% e 7,77% nos três trimestres de 2019 e 2020, respectivamente. Os números levam em conta as 26 redes que integram a Abrafarma.

“O canal farma, que já vinha ganhando relevância como espaço de consumo e conveniência, assumiu protagonismo na pandemia por ser um centro primário de atenção à saúde. Não à toa, as vendas de todas as categorias aumentaram dois dígitos, sem exceção”, comenta Sérgio Mena Barreto, CEO da entidade.

Os medicamentos responderam por 68% do volume comercializado e somaram faturamento de R$ 33,9 bilhões – 17,84% a mais do que janeiro a setembro de 2020. A maior alta percentual foi a dos medicamentos isentos de prescrição (MIPs) – 23,81%, chegando a R$ 9,6 bilhões. “Os brasileiros ampliaram sua cesta de compras de MIPs especialmente por conta da preocupação com a imunidade”, argumenta Barreto.

A operação de delivery e e-commerce segue em ascensão consistente e se aproximou dos R$ 2 bilhões de receita, o que representou um crescimento de 59,38% no período. Já os chamados não medicamentos, que contemplam itens de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria, geraram R$ 15,6 bilhões – avanço de 16,44%.

Maior tíquete médio

Mais exigente e atento à sua saúde, o consumidor das farmácias possibilitou uma expressiva evolução no tíquete médio, que saltou de R$ 68,55 para R$ 72,18. “O cliente de hoje é muito mais digital e objetivo nas suas compras. E as farmácias ganharam relevância nesse contexto”, acrescenta Barreto.

As empresas associadas detêm um market share de 45% do setor, embora representem apenas 10% das mais de 85 mil farmácias atuantes no país.

COMPARATIVO 

Jan-set 2021 Jan a set-2020 Variação %
Vendas R$ 49.605.019.452 R$ 42.255.303.463 17,39
Vendas de medicamentos R$ 33.974.537.359 R$ 28.831.744.164 17,84
Vendas de MIPs/OTCs R$ 9.607.556.570 R$ 7.760.199.011 23,81
Vendas de genéricos R$ 5.627.091.649 R$ 4.801.387.921 17,20
Vendas de não medicamentos R$ 15.630.482.093 R$ 13.423.559.299 16,44
Delivery/e-commerce R$ 1.989.725.777 R$ 1.248.402.131 59,38
Unidades totais vendidas 2.107.856.676 1.997.698.670 5,51
Total de atendimentos 687.087.753 651.593.991 5,44
Total de lojas 8.705 8.188 6,31
Funcionários/colaboradores 142.301 130.939 8,68

 

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/servico-clinico-puxa-contratacao-de-tecnico-de-farmacia/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação