fbpx

Você sofre com as crises de sinusite? Veja como evitar o problema

Dor de cabeça, nariz escorrendo e febre são alguns dos sintomas provocados pela sinusite, que é uma infecção que fica localizada nas cavidades nasais e nos seios da face. O problema afeta adultos e crianças, principalmente até os cinco anos.

Dados do Ministérios da Saúde estimam que aproximadamente 30% das doenças infantis respiratórias possam ser atribuídas a fatores ambientais, como as variações bruscas de temperatura, e 40% acometem crianças com idade inferior a cinco anos.

A sinusite pode ser viral, que são os resfriados comuns, ou bacteriana. De acordo com o otorrinolaringologista, Márcio César da Silva o problema é bastante frequente entre as crianças, principalmente por causa do sistema imunológico ainda em amadurecimento.

“Não é difícil encontrar crianças que chegam a ter de 7 a 10 infecções desse tipo em um ano, principalmente se tiver alguma alergia respiratória. As crises costumam durar em média, 10 dias”, disse.

Márcio alertou que algum fatores externos como a falta de limpeza da casa, a presença de mofo, poeira, pelos de animais no chão, ambientes pouco ventilados podem fazer com que as crises aconteçam com maior frequência. Quando ocorre o ingresso da criança na creche ou escola também pode haver um aumento da frequência.

Crianças que estão sempre em ambientes com o ar-condicionado ligado também costumam apresentar mais episódios dessas infecções. Isso acontece porque, muitas vezes, o filtro do aparelho não é limpo da maneira correta, acumulando fungos e bactérias que podem levar à sinusite. Mantê-los limpos , bem como fazer uso de um umidificador ou toalhas molhadas no quarto em dias mais secos podem ajudar a diminuir as crises.

Como reduzir as crises?

Uma medida fundamental e que ajuda a saúde de todo o organismo é melhorar a imunidade da criança. Isso pode ser feito por meio da alimentação, que deve ser rica em ferro e vitaminas e pobre em gorduras, da vacinação correta, do consumo adequado de água e da prática regular de exercícios físicos. Quando a criança apresenta alguma alergia respiratória, o acompanhamento com especialista deve ser realizado.

A lavagem nasal também contribui para evitar a recorrência do problema. A irrigação diretamente no nariz, com soro fisiológico, melhora significativamente a coriza, a congestão nasal, a coceira na garganta, a qualidade do sono, e o fluxo de ar, melhorando a respiração da criança.

Entre os benefícios da lavagem nasal com soro, são efeitos locais, como diminuição da viscosidade das secreções nasais, diminuição do inchaço da mucosa nasal, e remoção de bactérias, alérgenos causadores de inflamação, devido a ação mecânica da “lavagem” pela irrigação salina.

Fonte: Folha Vitoria


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/31/dsg-compra-franquia-de-farmacias-e-chega-a-mil-pdvs/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra