Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

8 táticas para aproveitar o 13º salário nas vendas

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

8 táticas para aproveitar o 13º salário nas vendas em farmácias

O pagamento do 13º salário vai  injetar na economia brasileira cerca de R$ 291 bilhões, segundo o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Essa bolada chegará ao bolso de cerca de 88 milhões de brasileiros, com rendimento adicional, em média, de R$ 3.057.

A Confederação Nacional do Comércio (CNC) estima que as vendas de Natal este ano vão movimentar algo em torno de R$ 70 milhões, um crescimento de 5,6% em relação ao mesmo período de 2022. Esse dinheiro extra no comércio varejista representa uma oportunidade para as vendas em farmácias. É também a chance de oferecer condições mais vantajosas para o pagamento de dívidas em atraso àqueles inadimplentes e incentivá-los novamente a comprar.

A seguir, confira as técnicas simples, mas valiosas para incentivar esse consumo

  • Campanhas de Natal e de amigo secreto – Nas confraternizações de final de ano, a troca de presentes é o ponto alto. “Aproveite essa ocasião e faça promoções do tipo “leve dois e pague um”, com o mix de produtos de que seu estabelecimento dispõe e que podem estar parados no estoque”, orienta Hebert Freire, especialista em gestão de farmácias e fundador da empresa de consultoria INFORPOP.

Ofereça descontos na compra do presente para o amigo secreto e venda ou faça sorteio de vale-compras. Batons, cremes para as mãos, hidratantes, sabonete líquido, cremes capilares, loções pós-barba, deo colônias, protetores solares, viseiras, chinelos, kits com produtos para o banho integram a lista de itens perfeitamente adequados para o objetivo proposto.

  • Dê destaque à vitrine na qual os produtos de maior valor devem ser expostos. Assim, a chance de o consumidor ser levado a comprá-los é imediata, pois é o que ele visualiza primeiro.
  • Disponha itens de pequeno custo próximos ao caixa. Isso pode levar à compra por impulso após o cliente adquirir produtos de maior valor.
  • Use a ideia de tempo limitado sempre que fizer uma promoção. Isso causa a sensação de urgência e eleva a necessidade de compra pelo fato de passar ao cliente a noção de escassez.
  • Quando se tem o público-alvo definido trabalhar com um mix de produtos na mesma faixa de valor e marcas de mesma qualidade traz melhores resultados ao negócio. A estratégia focada nas necessidades de quem realmente consome seus produtos torna as ações mais assertivas. A diversidade de opções parecidas de um mesmo produto dificulta a comparação de preços.

Caso contrário, o ideal é trabalhar com marcas mais baratas, intermediárias e mais caras. Esse tipo de mix incentiva clientes em potencial a sempre optarem pela marca intermediária. Na cabeça deles o produto não foi nem tão barato nem tão luxuoso. Se esse for o caso, a ênfase em marcas intermediárias é uma solução.

  • Clientes de longa data merecem tratamento diferenciado. É essencial ter o histórico de compras dele à mão pois é grande a probabilidade dele adquirir uma marca que já comprou. Por isso, o empreendedor precisa conhecê-lo bem e dispensar um atendimento especial.
  • Com um grande contingente de consumidores dispostos a liquidar dívidas em atraso, a época é excelente para oferecer incentivos aos clientes para a renegociação de débitos. Uma estratégia é retirar os juros acumulados, caso o pagamento seja feito de uma só vez.
  • Quanto mais tempo o cliente passa dentro da loja, mais oportunidade de venda se tem. Invista em uma ambientação para que o consumidor se sinta à vontade. Aproveite o clima natalino e aposte nas cores vermelha e verde na decoração, mas sem exageros. “A iluminação também deve ser comedida. Se pensar em música, escolha aquelas que proporcionem uma sensação agradável aos clientes”, complementa Freire.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!