O maior canal de informação do setor

Abrafad já soma 3.600 PDVs e R$ 3 bi em compras

1.444

Abrafad já soma 3.600 PDVs e R$ 3 bi em compras

A Associação Brasileira das Redes Associativistas de Farmácias e Drogarias (Abrafad) iniciou 2021 com 2.300 pontos de venda em 13 estados. Hoje já soma 3.600 em 21 unidades da Federação e projeta alcançar 4 mil até o fim do ano. Com a capilaridade consolidada, a entidade aposta agora na atuação como um hub de negócios para o pequeno e médio varejo.

Para trilhar essa rota, a entidade acaba de assinar acordos de cooperação com importantes farmacêuticas. EMS, Hypera Pharma e Sanofi unem-se a uma rede de parceiros que já reunia a Sandoz e também as distribuidoras Panpharma, Profarma e SantaCruz. “O objetivo é que sejamos um ponto focal nas negociações com o atacado e a indústria, por meio de um sistema de gerenciamento de compras”, ressalta o diretor executivo e institucional Nílson Ribeiro.

A plataforma desenvolvida pela LinkedFarma concentra, em um software, a central de compras da associação e um programa de fidelização de consumidores. “Esse suporte tecnológico permite o monitoramento em tempo real da performance das farmácias afiliadas, por segmento, produto e até por região. Podemos, com isso, apoiar integralmente as farmácias em suas negociações de compra ou mesmo absorver esse processo”, acrescenta.

Para Ribeiro, a indústria farmacêutica e as distribuidoras também ganham velocidade na interação com o varejo regional. “Esses players estão investindo em estratégias para se aproximar desse mercado, mas encontram dificuldades naturais por força de limitações geográficas e pela própria pulverização do setor. Como temos uma plataforma única, facilitamos esse caminho e nossos parceiros passam a ter uma visão holística do grupo, sem nenhum trabalho manual para acessar e interpretar números e dados”, acredita.

Como parte dessa iniciativa, a entidade viabilizou a criação, neste ano, da Academia Abrafad, que garante o suporte às farmácias afiliadas para treinamento e comunicação. “Por meio dessas ferramentas, podemos convocar reuniões com os gestores comerciais das redes e até coordenar eventos e feiras virtuais”, destaca.

Crescimento da base

A entidade registrou um faturamento de R$ 2,2 bilhões em 2020. Mas nos últimos 12 meses, já contabiliza receita superior a R$ 3 bilhões, de acordo com a IQVIA. O market share em unidades é de 2,5%. “Estamos crescendo duas vezes mais do que a média do mercado farmacêutico, com margens acima de 20%”, revela.

Para Ribeiro, a mudança de comportamento do consumidor em função da pandemia sustenta as boas perspectivas. “As farmácias de bairro e do interior fortaleceram os elos com o cliente, que deixou de buscar medicação em grandes redes localizadas em cidades vizinhas e passou a comprar no PDV próximo de sua residência”, conclui.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/elfa-cria-plataforma-para-integrar-farmaceuticas-e-planos-de-saude/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação