fbpx
O maior canal de informação do setor

Canal farma amplia o olhar sobre a margem de lucro

margem de lucro

A margem de lucro é, disparadamente, o primeiro indicador que as empresas estão monitorando em 2022, segundo a última enquete do Panorama Farmacêutico.

Com 2.681 participantes, a margem contou com 34% das respostas, total de 903 votos. O número de clientes ativos ficou na segunda colocação, com 28% das respostas (755 votos). Em seguida vem o tíquete médio, com 636 votos (24%) e, por último, o fluxo de caixa, com apenas 14% dos votos, contabilizando 387 respondentes.

O resultado da enquete mostra uma realidade muito presente nas farmácias de pequeno e médio porte. Apesar de corretamente darem a devida importância ao monitoramento da margem de lucro, o fluxo de caixa é relevado em detrimento a outros dados como número de clientes e tíquete médio.

“O dono ou gestor da farmácia precisa quebrar paradigmas e começar a olhar a última linha do demonstrativo de resultado da empresa, que é a margem de lucro, antes de pensar em faturamento”, afirma Cadri Awad, diretor do Instituto Bulla. Segundo ele, a farmácia pode vender R$ 100 mil ou R$ 1 milhão. Mas se não tiver lucro, de nada adiantará o esforço por uma receita elevada”, afirma.

Margem de lucro e fluxo de caixa precisam andar juntas

Para o executivo, o segundo dado que precisa ser monitorado é o fluxo de caixa. “Atualmente, entre oito e dez farmácias de pequeno e médio porte no Brasil até têm lucro. Porém, o fluxo de caixa é negativo. A gestão financeira ainda é muito precária e o gestor, muitas vezes, não compreende que o lucro é uma promessa de resultado. Entretanto, ninguém paga contas com promessas, mas com dinheiro em caixa”, ressalta Cadri.

Outro fator a ser bem analisado é que nem sempre o lucro reflete em dinheiro na conta e vice-versa. “Em muitas ocasiões, o fluxo de caixa positivo é proveniente de empréstimo captado de terceiros e não fruto da margem de lucro. Ou, pior, a farmácia pode estar degradando estoque para fabricar fluxo de caixa positivo. Isso ocorre quando o Custo da Mercadoria Vendida (CMV) está mandando comprar R$ 100 mil, mas o gestor acaba comprando R$ 80 mil, diminuindo o estoque da farmácia, o que leva a rupturas e falta de produtos nas gôndolas”, finaliza.

margem de lucro

Nova enquete

A nova enquete quer saber de que forma você descarta medicamentos vencidos/ em desuso, seja na farmácia, no lixo doméstico, se não há costume de descartar esses itens ou dão outro destino a eles. Participe.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra