fbpx
O maior canal de informação do setor

Como funciona o medicamento baricitinibe, recomendado pela OMS contra Covid grave

116

A Organização Mundial da Saúde (OMS) adicionou dois novos medicamentos à recomendação para o tratamento de pacientes com a Covid-19. A lista de fármacos definida pela OMS agora conta com o medicamento baricitinibe e o anticorpo monoclonal sotrovimabe.

De acordo com as diretrizes da OMS, o baricitinibe passa a ser fortemente recomendado para indivíduos em estado grave ou crítico pela doença causada pelo novo coronavírus.

Como funciona o medicamento baricitinibe

O processo inflamatório é considerado uma das causas do agravamento da Covid-19. Embora a inflamação seja um mecanismo natural do organismo, quando exacerbada, ela pode levar ao agravamento da doença.

O medicamento baricitinibe, que também é utilizado no tratamento de artrite reumatoide, conta com a capacidade de regular o processo de inflamação do organismo.

Isso acontece a partir de um mecanismo de inibição de enzimas chamadas Janus quinase que, entre várias funções biológicas, também atuam na ativação da inflamação nas células do sistema imunológico.

Uso é indicado para pacientes em estado grave

De acordo com a OMS, o baricitinibe pode ser utilizado em pacientes com quadros graves ou críticos em associação com outros recursos, como os corticoides. A partir do controle da inflamação, é possível reverter o agravamento da doença e reduzir a necessidade de ventilação artificial. Segundo a OMS, a utilização não levou ao aumento nos efeitos adversos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a indicação do baricitinibe no Brasil para o tratamento de pacientes internados com Covid-19 no dia 17 de setembro.

De acordo com a Anvisa, o uso é indicado para pacientes adultos hospitalizados que necessitam de oxigênio por máscara ou cateter nasal, ou que necessitam de alto fluxo de oxigênio ou ventilação não invasiva.

No dia 3 de dezembro, a Anvisa informou em nota sobre a inclusão de eventos adversos graves na bula do medicamento. A alteração acrescenta a advertência e precaução para a ocorrência de eventos cardiovasculares adversos maiores (MACE, na sigla em inglês) e a atualização sobre a ocorrência de tromboembolismo venoso e câncer, incluindo linfoma.

Segundo a Anvisa, os eventos adversos foram identificados a partir de estudo clínico e retrospectivo que avaliou pacientes em tratamento para artrite reumatoide. Acesse a bula.

1 de 10

O Ministério da Saúde recomenda que diante de sintomas compatíveis com a Covid-19, como febre, tosse, dor de garganta ou coriza, com ou sem falta de ar, as pessoas devem buscar atendimento médico. Confira outras orientações

2 de 10

Use máscara o tempo todo

3 de 10

Se for preciso cozinhar, use máscara de proteção, cobrindo boca e nariz todo o tempo

4 de 10

Depois de usar o banheiro, limpe o vaso, mantendo a tampa fechada, higienize a pia e demais superfícies com álcool ou água sanitária. Sempre lave as mãos com água e sabão

5 de 10

Separar toalhas de banho, garfos, facas, colheres, copos e outros objetos para uso exclusivo

6 de 10

O lixo produzido precisa ser separado e descartado

7 de 10

Evite compartilhar sofás e cadeiras e realize limpeza e desinfecção frequente com água sanitária ou álcool 70%

8 de 10

Mantenha a janela aberta para circulação de ar do ambiente usado para isolamento e a porta fechada, limpe a maçaneta frequentemente com álcool 70% ou água sanitária

9 de 10

Caso o paciente não more sozinho, recomenda-se que os demais moradores da residência durmam em outro cômodo

10 de 10

Mantenha a distância mínima de 1,5 m entre a pessoa infectada e os demais moradores

Fonte: CNN Brasil

 

Veja Também:https://panoramafarmaceutico.com.br/omicron-afasta-e-farmacias-fecham/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação