Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Como um clube de assinatura pode reter seus consumidores?

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

CLUBE DE ASSINATURAAssinatura, e-commerce, varejo, varejo farmacêutico
Foto: Canva

Que tal investir em um clube de assinatura para sua farmácia? Essa estratégia, à primeira vista, pode parecer pouco aderente ao setor. Mas com a evolução exponencial do e-commerce no varejo e o acirramento da concorrência, torna-se um recurso diferencial para atrair e reter clientes.

Sim, é isso mesmo que você leu. Os exemplos de sucesso utilizados por Netflix e Spotify podem também ser replicados no varejo farmacêutico. E o consumidor tende a abraçar rapidamente essa ideia. De acordo com relatório da consultoria PYMNTS Intelligence sobre pagamentos com open banking, 80% dos entrevistados pagaram suas contas mensais por meio de assinaturas no último ano.

Por meio desse modelo de negócio, o cliente paga um valor recorrente e recebe produtos ou serviços com periodicidade, que pode ser semanal, quinzenal, mensal ou trimestral. As assinaturas de supermercado estão entre as mais populares, pois três em cada quatro consumidores utilizam programas do gênero.

Outros segmentos também vêm optando por esse recurso, entre os quais bens e serviços (52%), compras no varejo (46%) e compartilhamento de corridas e entregas (29%). Além disso, a adesão a essa modalidade por faixa etária vem sendo universal. Entre os baby boomers e usuários mais velhos, 92% já adotaram as assinaturas, enquanto 89% da geração X utiliza o modelo de pagamentos. No caso dos millennials, o percentual é de 82%.

“As boas experiências em sites e lojas virtuais, além da comodidade em comprar pela internet, têm deixado os consumidores cada vez mais confiantes. Isso favorece a ascensão do mercado virtual. O importante é estar sempre atento às tendências e ao comportamento do cliente”, avalia Mauricio Salvador, presidente da ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico.

Clube de assinatura tem poder para transformar experiência de consumo

Para as farmácias, a implementação de um clube de assinatura pode abranger especialmente produtos de higiene pessoal, beleza e bomboniere. O modelo garante uma receita previsível de longo prazo pela relação de fidelidade entre marca e consumidor. O cliente, por sua vez, ganha em comodidade e personalização, tendo acesso a produtos adaptados aos seus gostos e necessidades individuais.

Como criar um clube de assinatura?

De acordo com o Sebrae, ter um clube de assinatura eficaz e lucrativo, depende de algumas práticas essenciais:

Proposta de valor: É preciso oferecer algo especial e/ou exclusivo para os assinantes, que gere não só desejo momentâneo, mas uma decisão de compra a médio/longo prazo

Conhecer o mercado e definir a persona: Um clube de assinatura não deve e nem pode ser para todo mundo. Portanto, é crucial definir e entender o público-alvo, oferecendo produtos ou serviços que atendam às suas demandas específicas

Experiência única: É preciso pensar e incluir elementos que agregam valor à entrega, tornando-a memorável

Garantir qualidade e consistência: Manter a excelência na entrega dos produtos ou serviços é um passo indispensável para cultivar uma clientela fiel e crescente. Por isso é muito importante ter uma boa gestão de insumos, pagamentos e logística para que as experiências dos clientes sejam sempre positivas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!