O maior canal de informação do setor

Confira indicadores setoriais das farmácias de manipulação

1.105

Confira indicadores setoriais das farmácias de manipulação

Com mais de 8 mil farmácias e faturamento de R$ 6,96 bilhões em 2019, o setor de manipulação sustenta resultados positivos. É o que aponta o Panorama Setorial produzido pela Associação Nacional dos Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag). Confira os principais indicadores.

  • O Brasil tem atualmente 8.057 farmácias, contra 7.939 em dezembro de 2019
  • O número de farmácias de manipulação aumentou em 6% nos últimos dois anos e 14,5% desde 2014
  • 96,6% das farmácias de manipulação faturam menos de R$ 3,6 milhões ao ano, dado que confirma a predominância de empresas de pequeno porte
  • De todo faturamento anual, 27,4% está concentrado em 66% dos CNPJ do setor, com receita bruta de até R$ 700 mil. Já as empresas com receita bruta anual entre R$ 701 mil e R$ 3,6 milhões, que representam 30,6% dos CNPJ ativos, concentram 40,2% do faturamento
  • A margem de crescimento relativo foi 5,8% acima da inflação, mais que o dobro da evolução do PIB brasileiro
  • O setor mantém 57.827 postos de trabalho com carteira assinada
  • A maioria das farmácias manteve estável o quadro de funcionários ao longo desse período. A exceção ficou por conta de março, quando 20,4% precisaram demitir ao menos um colaborador. No entanto, de maio em diante começaram a ganhar destaque as empresas que contrataram novos funcionários. Em julho, as farmácias que afirmavam ter realizado uma ou mais contratações somavam 31%
  • O setor arrecada R$ 492 milhões ao ano em impostos
  • 79,8% dos estabelecimentos são matrizes e 20,3% são filiais
  • O faturamento médio das farmácias de manipulação é de R$ 876 mil ao ano
  • A idade média das empresas é de 16 anos e 11 meses, dado muito relevante quando comparado à idade média das empresas brasileiras, que atualmente está entre cinco e sete anos
  • O salário médio em todas as regiões, em valores corrigidos pelo IPCA-IBGE, teve ganho real de 8,7% acima da inflação
  • A formação acadêmica pesou no aumento da oferta de vagas. Nos últimos 24 meses, as contratações de profissionais com mestrado ou doutorado subiram quase 50%
  • O maior avanço em número de funcionários foi o da Região Norte, com 11%, seguido do Centro-Oeste, com 10,4%
  • A faixa etária predominante dos funcionários varia entre 30 a 39 anos, o que corresponde a 33,3% do número total de carteiras assinadas
  • Apenas 11,6% encontram-se registrados em organizações com mais de 100 funcionários. Quase um terço dos empregos do setor são oferecidos por empresas com 20 a 49 funcionários
  • Mais de 70% do segmento de farmácias de manipulação é ocupado pelo sexo feminino

Barreiras

O setor, porém, demonstra apreensão com duas grandes barreiras. Ainda segundo a pesquisa da entidade, 62% das empresas apontam a disponibilidade e o preço dos insumos como os maiores desafios da atividade no momento. O mês mais difícil foi abril, quando 63% dos empresários relataram uma redução no volume de fórmulas vendidas. Houve, entretanto, uma rápida reação das empresas, que, de maio em diante, passaram a apresentar crescimento constante nesse indicador.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2020/10/26/hypera-pharma-tem-melhor-trimestre-da-historia-com-receita-acima-de-r-1-bilhao/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação