fbpx
O maior canal de informação do setor

Consumidores esperam que lojas físicas se tornem smart stores

A MindMiners realizou uma pesquisa com duas mil pessoas com o intuito de analisar como a nova realidade de pandemia afetou o modo de consumir dos brasileiros. O estudo avaliou principalmente o impacto no mercado de varejo.

Veja também: Variante Delta predomina em Pernambuco em novo sequenciamento genético

Um dos resultados apontados foi a crescente da aderência ao universo digital, tendo 73% das pessoas afirmado que compraram mais online durante a pandemia. Dessas pessoas, 92% pretendem continuar com esse hábito. Além disso, 50% disseram que as lojas físicas mudarão com o fim da pandemia, se tornando “smart stores”, abrangendo o digital e o presencial.

Siga nosso Instagram

Os principais motivos apontados pela pesquisa para justificar a aderência ao mundo digital das compras foi que o ambiente digital é prático para comprar por não ter que sair de casa (70%), além de ter a chance de comparar preços instantaneamente em várias lojas. Porém, o ponto de atenção de desistência de 48% dos participantes foi o frete. Ele também foi mencionado quando perguntados sobre as piores características das lojas online (68%), ganhando de características como não poder ver o produto ao vivo (63%), dado como a melhor característica das lojas físicas.

Segundo 77% da amostra, seu acesso nas lojas online foi motivado pela busca por um preço melhor, seguido do prazo de entrega, com 57%, e a maior disponibilidade de produtos, com 54%. A pesquisa foi realizada com duas mil pessoas, com idade a partir de 18 anos, em todas as regiões do Brasil, tendo a maioria (52%) de respostas de mulheres, feita através do aplicativo MeSeems.

Preferência na rede

iFood, Extra e Americanas, no setor de alimentos e bebidas; Renner, C&A e Netshoes, em roupas e calçados; Boticário, Avon e Natura, na categoria de cosméticos; e Americanas, Amazon, Magalu e Casas Bahias, em eletrônicos, foram as marcas campeãs de preferência dos entrevistados. Nos itens de farmácia, Drogasil, Pague Menos e Drogaria Raia foram as mais mencionadas, e no mercado pet, Petz, Cobasi e Petlove.

A Americanas e Amazon também apareceram como lojas online mais visitadas, sendo que a primeira empatou com o Mercado Livre, com 48% das respostas, enquanto a gigante americana teve 33%, superando a Magazine Luiza, que teve 32% das menções

Fonte: Meio & Mensagem

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra