Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Dor nas articulações: causas e tratamentos

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Dor nas articulações: causas e tratamentos

A dor nas articulações é mais comum do que se imagina, podendo ser caracterizada como grave ou não. Casos como artrite, tendinite ou bursite, por exemplo, necessitam de uma atenção especial e acompanhamento com ortopedista ou fisioterapeuta.

Esses profissionais devem ser procurados quando as dores se intensificam por mais de um mês. O paciente passará por uma avaliação para identificar o grau e a causa de tanta dor nas juntas, como é popularmente conhecida, para em seguida iniciar o tratamento mais adequado, que pode incluir prescrição de medicamentos, se for o caso.

A dor nas articulações é consequência das seguintes doenças:

1- Artrite

É uma doença crônica e tende a piorar com a idade, está entre as causas mais comuns de quem sofre com dores nas articulações. Os principais sintomas inchaço e diminuir na amplitude dos movimentos, além da rigidez.

O tratamento da artrite pode ser feito com sessões de fisioterapia e por meio de paliativos. Em situações mais extremas, uma cirurgia não é descartada.

2- Tendinite

A tendinite, que nada mais é, do que uma inflamação do tendão e acomete grande parte da população e está relacionada a movimento repetitivos. Não é considerada uma lesão grave, mas é limitante. Ela costuma provocar inchaço e vermelhidão na região afetada.

Os especialistas orientam repouso para evitar o agravamento e possivelmente administração de analgésicos e anti-inflamatórios, além de fisioterapia se for o caso.

3- Bursite

Assim com a tendinite, a bursite é uma inflamação na bursa (bolsa cheia de líquidos) que protege as articulações, provocando dor, inchaço e rigidez. Sintomas como formigamento, fraqueza e movimentação limitada, também costumam surgir. As regiões mais afetadas são: joelhos, ombros e cotovelos. O uso de anti-inflamatórios e gelo, normalmente, são as orientações primárias de um especialista.

4- Gota

É uma lesão parecida com a artrite e corresponde ao acúmulo de ácido úrico no sangue, intensificando a dor nas articulações, com maior concentração no dedão do pé. Para reduzir a sensibilidade, costuma-se prescrever medicamentos anti-inflamatórios e tratamento para baixar o ácido úrico.

5- Epicondilite

A epicondilite é a principal queixa de dor no cotovelo, sendo característico de movimentos repetitivos, muito comum em tenistas. Existem várias modalidades terapêuticas, mas naturalmente o desaparecimento acontece de forma espontânea com tratamento básico à base de remédios e minimizando as atividades que forcem o local inflamado.

6 –Infecção viral

Infecções virais, como a dengue e a covid-19, provocam diversas sensibilidades, incluindo dor nas articulações, acompanhada por febre, cansaço e falta de apetite. Quando houver suspeita de infecção, recomenda-se não fazer automedicação, principalmente de compostos e ácido salicílio que pode levar ao agravamento do caso. O auxílio e um médico é a melhor alternativa, para uma prescrição personalizada que atuem no alívio dos sintomas.

Tratamentos para dor nas articulações

Quando o quadro de dor nas articulações persiste por mais de uma semana, aconselha-se buscar ajuda de um profissional, para alternativas terapêuticas para controle da inflamação. O tratamento, em muitas vezes, ocorre com remédios analgésicos ou anti-inflamatórios, além de pomadas. O uso de bolsa fria e sessões de fisioterapia, também podem estar atrelados ao protocolo de cuidados para amenizar os incômodos.

Evitando a dor nas articulações

Uma pessoa prevenida, vale por duas, não é mesmo? Para evitar a temível dor nas articulações, aposte em atividades físicas de baixo impacto, mantenha hábitos alimentares saudáveis e fique em dia com a balança, principalmente após os 50 anos. O peixe é um excelente aliado em processos inflamatórios e regeneração das articulações.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress