Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Dormir demais faz mal à saúde?

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Dormir demais

Você já pensou que dormir demais pode ser prejudicial à saúde? Sabemos que a quantidade certa de sono é essencial para a saúde, mas o que acontece quando passamos muito tempo dormindo e quais são os efeitos da sonolência excessiva sobre o corpo e a mente?

Dormir é fundamental para a saúde e o bom funcionamento de nosso corpo. É essencial para que todos os sistemas funcionem corretamente. Muitas vezes, o sono é desconsiderado como um aspecto importante de nosso dia a dia, mas não deveria ser.

Dormir demais não é normal

Quantas horas dormimos é algo que temos de considerar. Ter um hábito de sono saudável significa dormir em torno de 7 a 8 horas por noite. Porém, algumas pessoas costumam dormir muito mais do que isso.

A hipersonia é uma condição caracterizada por sonolência excessiva durante o dia. Normalmente, as pessoas que sofrem desta condição dormem mais de 10 horas por noite e ainda acordam com sonolência diurna excessiva.

Os efeitos incluem dificuldade de manter a concentração durante o dia, problemas de memória, baixa produtividade e falta de energia. Além disso, o sono excessivo também pode levar a prejuízos na saúde, como obesidade, problemas cardiovasculares, níveis altos de colesterol e outras doenças.

Quais são as possíveis causas da hipersonia

Entre os transtornos do sono, podemos encontrar a apneia do sono, a narcolepsia e a insônia, que afetam a qualidade do sono e podem levar a dormir de forma descontrolada.

O estilo de vida também pode influenciar os nossos hábitos de sono. Por exemplo, muitas pessoas, principalmente jovens, costumam alimentar-se tarde da noite, acompanhado de bebidas alcoólicas, estimulantes ou até mesmo jogos de computador. Isso pode causar prejuízos para o descanso diário.

Já os fatores ambientais incluem barulhos altos e intermitentes, luminosidades fortes ou variações de temperatura repentinas. Estes podem afetar o descanso das pessoas, o que também pode levar ao sono em excesso.

Tratamentos

O tratamento depende das causas que a originaram. Caso seja um transtorno de sono, é necessário o acompanhamento com um médico e o uso de medicamentos para controlar os sintomas.

Também é necessária a prática de exercícios físicos com regularidade e é importante estabelecer um horário de sono e de despertamento diário. Além disso, é indicado o afastamento dos estimulantes durante a noite, como café, chá, refrigerantes ou outras bebidas estimulantes.

Este conteúdo é meramente informativo e não substitui a consulta médica. Para esclarecimento de dúvidas adicionais sobre uma patologia, medicamento ou tratamento, converse com um profissional de saúde de sua confiança. Evite sempre a automedicação.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress