fbpx
O maior canal de informação do setor

Em São Paulo, 80% dos casos de covid-19 são causados pela Ômicron

160

Dados do Instituto Butantan mostram que 80,95% dos diagnósticos de covid-19 na capital paulista são causados pela variante Ômicron. Das 105 amostras analisadas pelo Instituto, 20 (19,4%) foram positivas para variante Delta e 85 (80,95%), para a Ômicron.

Veja também: ‘É preciso liberar o autoteste da Covid-19 e treinar a população’, diz médica

Segundo a prefeitura, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) tem intensificado as ações de monitoramento e disponibilizado testes rápidos de covid-19 para pacientes com sintomas gripais.

Siga nosso Instagram

A secretaria orienta que os indivíduos mantenham as medidas de etiqueta respiratória, como uso de máscaras e álcool em gel, cobrir a boca e nariz quando tossir ou espirrar e lavar as mãos imediatamente após contato com secreções respiratórias.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou que a rede composta por leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tem capacidade de absorção de novos casos de covid-19. A pasta afirmou que mantém o monitoramento do cenário epidemiológico em todas as regiões e caso necessário pode ativar novos leitos em parceria com os municípios. No momento, o estado conta com cerca de 6 mil leitos de enfermaria, com ocupação média de 39,8%, e cerca de 4 mil leitos de UTI, com ocupação de 37,3%. ‘Preventivamente, a Secretaria de Estado da Saúde desacelerou em janeiro qualquer redirecionamento dos leitos exclusivos para a assistência do coronavírus e, se necessário, ampliará a assistência exclusiva’, disse, em nota, a secretaria. Desde dezembro, apesar de problemas no sistema Sivep-Gripe terem dificultado a contabilização de casos, o estado vem observando um aumento de casos e de internações por síndrome respiratória aguda grave. Esses casos, segundo o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, englobavam não só as confirmações de covid-19, mas também de H3N2 e de outros vírus respiratórios. Outro indicador são os resultados positivos dos testes de detecção da covid-19 realizados em farmácias, que tiveram um salto na última semana de 2021, em comparação à semana anterior. Segundo os dados nacionais da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), 283.763 testagens foram realizadas entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro, número 50% superior aos 188.545 atendimentos ocorridos de 20 a 26 de dezembro. A quantidade de resultados positivos pulou de 22.283 (11,8% do total) para 94.540 (33,3%).

 

Fonte: 360 FATOS

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação