Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

EMS lança genérico do remédio líder em faturamento no Brasil

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

EMS lança genérico do remédio líder em faturamento no BrasilA EMS avança mais um passo para ampliar a liderança na indústria farmacêutica. A companhia apresenta o genérico do anticoagulante rivaroxabana, um dos medicamentos líderes em faturamento no país e entre os mais prescritos para casos de acidente vascular cerebral, embolia e trombose.

Este é o primeiro lançamento do setor após o Supremo Tribunal Federal (STF) extinguir o parágrafo único do artigo 40 da Lei de Propriedade Industrial, que permitia prazo indeterminado para patentes de medicamentos. Agora, a população em geral passa a ter acesso ao rivaroxabana, que chega ao varejo farmacêutico com preço 35% inferior ao da versão de referência – em apresentações de 10 mg (caixa com 10 e 30 comprimidos revestidos), 15 mg (14 e 28 comprimidos) e 20 mg (14 e 28).

Em 2020, este medicamento vendeu 4,4 milhões de unidades e a expectativa da EMS é deter, com o genérico, de 30 a 40% deste mercado nos primeiros 12 meses de vendas. “Identificamos uma demanda reprimida entre os pacientes que convivem com essas doenças. E a quebra das patentes representa uma conquista em um momento de emergência na saúde pública, que exige a ampliação do acesso de mais brasileiros a novos tratamentos”, observa Aramis Domont, diretor comercial da unidade de genéricos.

O rivaroxabana é mais uma aposta da EMS com foco nos medicamentos de especialidades e alta complexidade. Para este ano, o laboratório deverá também disponibilizar outras cinco novas moléculas, com a meta de ampliar o faturamento da área de genéricos em 26% e aumentar a cobertura de classes terapêuticas, hoje em torno de 96%. Domont antecipa que uma das próximas novidades deve chegar ainda no início do segundo semestre, com foco em dores crônicas.

O portfólio de genéricos da EMS reúne cerca de 500 apresentações e 200 moléculas. Deste total de moléculas, 78 são líderes em sua categoria e 116 têm share acima de 60%, segundo dados da IQVIA. A farmacêutica encerrou 2020 com 14,9% de participação no mercado de genéricos, que respondeu por 33% da receita total da empresa e 34% do volume de unidades. O faturamento da divisão cresceu 15,6% em comparação com 2019.

Logística de distribuição e divulgação

O anticoagulante chega inicialmente às farmácias e drogarias de São Paulo, mas nas próximas semanas estará disponível nas lojas dos demais estados. A EMS está mobilizando 15 caminhões para agilizar a operação logística e dedicou 260 colaboradores da área comercial exclusivamente para oferecer orientações aos profissionais do varejo.

Hortolândia

“Já temos acordos firmados com 120 clientes, incluindo as grandes redes da Abrafarma e as associativistas que integram a Febrafar. A lista reúne também as distribuidoras de medicamentos, que levarão o rivaroxabana para as farmácias independentes”, revela Domont. Para viabilizar a fabricação, a EMS terá o suporte de suas quatro plantas nas cidades paulistas de Hortolândia e Jaguariúna, além de Brasília e Manaus.

“Estamos diante de uma população com elevada expectativa de vida e que busca envelhecer com qualidade de vida. Nossas marcas estão presentes em 78 mil PDVs, com praticamente 95% de cobertura. E agora tivemos uma mudança importante na legislação. Essa combinação faz dos genéricos um mercado cada vez mais promissor e que seguirá crescendo acima da média do canal farma”, conclui o executivo.

Hub de Conteúdo e Dia G

Para celebrar o 21º aniversário do lançamento dos primeiros medicamentos genéricos no Brasil pela empresa e reforçar os 22 anos da Lei dos Genéricos no país, a EMS vai lançar no dia 20 de maio o Hub de Conteúdo. O portal www.viverbemems.com.br será apresentado em editorias – saúde do homem, saúde da mulher e saúde do idoso, entre outras – e em formatos diversos, como vídeos, podcasts e gráficos. Também terá uma seção com o portfólio completo de genéricos da EMS, além de três abas específicas sobre produtos prioritários: Acetilcisteína, Desloratadina e Nistatina+Óxido de Zinco.

Além disso, a EMS veiculará uma campanha nacional, intitulada “Dia G”, com filme para a TV aberta, jingle, anúncios em revistas e ações nas mídias sociais.

EMS
Fundação: 1964
Operação no Brasil: sede, fábrica e centro de pesquisa & desenvolvimento em Hortolândia (SP) e mais três plantas produtivas em Brasília (DF), Jaguariúna (SP) e Manaus (AM)
Faturamento da unidade de genéricos da EMS em 2020: R$ 5,2 bilhões (IQVIA)
Capacidade produtiva: 1 bilhão de unidades/ano
Portfólio: mais de 2,6 mil apresentações, com 13 de cada 100 medicamentos vendidos no Brasil
Número de colaboradores: mais de 5 mil

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/18/pague-menos-compra-extrafarma-por-r-600-milhoes/

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!