Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Fábrica da EMS na Sérvia é certificada pela Anvisa

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

EMS
Foto: DIvulgação

A Galenika, fábrica localizada em Belgrado, na Sérvia, adquirida em 2017 pela EMS, recebeu o Certificado de Boas Práticas de Fabricação (CBPF) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa certificação é o primeiro passo para que os medicamentos fabricados no país europeu também possam ser comercializados no Brasil.

“A Anvisa, hoje, é considerada internacionalmente como uma agência sanitária séria e robusta, que aplica as mais rígidas regras de Boas Práticas de Fabricação para medicamentos. Isso faz com que a nossa fábrica da Galenika, em território europeu, também tenha esse reconhecimento. As empresas certificadas pela Anvisa hoje são bem vistas no mundo inteiro por atenderem a essas regras e o certificado é válido e aceito em diversos países, o que facilita muito na hora da exportação, nos tornando ainda mais competitivos no mercado global”, afirma Marcus Sanchez, vice-presidente da EMS.

EMS poderá exportar para o Brasil

O certificado, com validade inicial de dois anos, foi emitido pela Anvisa na última segunda-feira, dia 30, e atesta que a unidade fabril cumpre normas de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos em conformidade com RDC 658/22. Está também em linha com as normas do PIC/S (Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme), o que facilita a exportação dos medicamentos para outros países.

A certificação é específica para a linha de sólidos (comprimidos revestidos). A princípio, contempla o anticoagulante rivaroxabana, indicado para prevenção de AVC, trombose e embolia, mas qualquer outro medicamento que seja fabricado na linha inspecionada e certificada poderá ser incluído.

Aquisição da Lifemedic

A EMS, via Galenika, acaba de adquirir a empresa sérvio-eslovena Lifemedic, que realiza a importação e distribuição de produtos naturais da farmacêutica italiana Pharmalife Research nos mercados da Sérvia, Bósnia e Herzegovina, Macedônia do Norte e Montenegro. A compra faz parte da estratégia de internacionalização da companhia brasileira, ampliando sua presença e atuação na região dos Bálcãs e do Leste Europeu em geral. O portfólio adquirido é composto por 22 produtos, em sua maior parte, voltado à linha pediátrica e contempla medicamentos fitoterápicos, cosméticos, multivitamínicos e probióticos, sendo complementar ao pipeline da Galenika.

Internacionalização

No início deste ano, a EMS anunciou o investimento de R$ 195,3 milhões na Galenika, até 2025, para o lançamento de novos produtos para a Europa e ampliação da presença na região. A empresa tem aportado recursos também no aumento do seu espaço de armazenamento, em digitalização e modernização das operações em diferentes áreas de negócio. A Galenika é hoje a segunda maior farmacêutica da Sérvia e faz parte da estratégia de internacionalização da companhia brasileira, que tem ampliado sua presença e atuação na região dos Bálcãs e do Leste Europeu em geral.

Desde que foi adquirida pela EMS, a Galenika, que completou 78 anos em 2023, tem seguido uma trajetória de expansão de mercado e portfólio, atualmente com 250 produtos. Com market share de 6% na Sérvia e capacidade produtiva instalada atual de 100 milhões de unidades por ano, a Galenika registrou um crescimento de produção de 5% em 2022 em relação a 2021. Só no ano passado, foram registrados 78 produtos e lançados 79 na Sérvia e nos países da região.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress