fbpx
O maior canal de informação do setor

Enxaqueca: doença comum afeta 15% dos brasileiros

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca é a sexta doença mais incapacitante do mundo. Cerca de 30 milhões de

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca é a sexta doença mais incapacitante do mundo. Cerca de 30 milhões de brasileiros (15% da população) convivem com o incômodo – que se caracteriza por dores de cabeça, sensibilidade a som e luz, além de náuseas.

Veja também: Empresa vai doar 2.400 peles de tilápia para pesquisa

Apesar de poder afetar pessoas independente de gênero ou idade, casos de enxaqueca são mais comuns em adolescentes e jovens, e principalmente nas mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, de 5% a 25% das mulheres sofrem com a doença.

Siga nosso Instagram

O que pode servir de gatilho para a enxaqueca?

Segundo especialistas, existem alguns pilares que podem desencadear crises de enxaqueca. Os principais gatilhos seriam esses:

  • Dormir mal ou não dormir
  • Estresse
  • Longos períodos sem se alimentar
  • Odores fortes, como gasolina ou perfume

Apesar de algumas pessoas colocarem a “culpa” da enxaqueca em alimentos como café, chocolate ou queijo, apenas 5% dos casos são realmente causados por eles.

Quais os sintomas típicos?

Para quem nunca manifestou um episódio de enxaqueca, pode ser difícil compreender a diferença dos sintomas para os de uma dor de cabeça comum.

A cefaleia causada pela enxaqueca é intensa e pode se concentrar em apenas um lado. É uma dor pulsante e que tende a piorar com o esforço físico ou em ambientes muito iluminados. A doença também é caracterizada pela presença de enjoo.

O que fazer?

Mesmo que você não apresente todos esses sintomas citados, vale a pena consultar um profissional da saúde para o diagnóstico da enxaqueca.

O tratamento é realizado por duas frentes medicamentosas. Existem os remédios visando ao alívio da dor no momento do episódio, como Cefalium, Cefaliv e Sumax; e também remédios para a prevenção, como propranolol, amitriptilina e valproato.

Além disso, a correção de hábitos que podem ser gatilhos para crise é essencial. Por isso, durma bem, evite o estresse, coma bem e evite cheiros fortes e determinados alimentos se tiver certeza da correlação deles com a sua enxaqueca.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra