fbpx
O maior canal de informação do setor

Eurofarma traz três biossimilares para a América Latina

524

 

Biossimilares

A Eurofarma acaba de anunciar uma parceria com a farmacêutica chinesa Henlius Biotech para a produção e comercialização de três medicamentos biossimilares na América Latina. Sob os termos do acordo, a Henlius receberá um total de US$ 50,5 milhões, incluindo um pagamento antecipado de US$ 4,5 milhões.

O novo contrato de licenciamento entre as empresas irá permitir que a companhia expanda seu portfólio de medicamentos oncológicos nos países onde opera, oferecendo mais opções de tratamento para o mercado local. Desta forma, a Eurofarma passará a atuar com anticorpos monoclonais, medicamentos biológicos altamente eficazes no combate ao câncer e doenças autoimunes.

“Estamos unindo duas de nossas principais estratégias para atingir os objetivos de expandir nossa presença na região para aumentar as receitas das operações internacionais e implantar novas tecnologias em medicamentos, que definitivamente nos ajudam a ser referência em inovação”, afirma Martha Penna, vice-presidente de Inovação da Eurofarma.

Além de ampliar o portfólio de oncologia, atualmente o maior do Brasil em número de moléculas; o acordo permitirá à empresa trabalhar com produtos de alto valor agregado e que podem gerar incrementos relevantes para as operações internacionais.

“A Henlius sempre teve a intenção de melhorar a vida dos pacientes, fornecendo, em tempo hábil, proteínas terapêuticas de qualidade e acessíveis. A Eurofarma possui uma das maiores equipes de vendas da América Latina. Sua robusta rede de negócios e recursos promoverão efetivamente a comercialização dos medicamentos na região”, comenta o presidente Jason Zhu.

Biossimilares ampliarão o portfólio de oncologia na América Latina

A Eurofarma adquirirá os direitos exclusivos do trastuzumabe em 11 países. O remédio é utilizado para o tratamento de câncer de mama HER2+. Já o rituximabe – indicado para o tratamento de cânceres de células sanguíneas (como linfomas e leucemias), além de doenças imunológicas, como artrite reumatoide -, será comercializado em 12 países. Ambos têm previsão de vendas para 2024.

Outro medicamento, o bevacizumabe, que possui indicações para o tratamento de diversos tipos de câncer, terá comercialização exclusiva em 15 países a partir de 2026.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação