Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Falta de investimento e experiência travam tecnologia em farmácias

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Falta de investimento e experiência travam tecnologia em farmáciasA imagem acima ilustra a atual relação entre o varejo farmacêutico e a tecnologia. O setor está próximo dela, mas o acesso permanece travado, o que se confirma na mais recente enquete do Panorama Farmacêutico.

Para 36% dos 2.760 profissionais que manifestaram sua opinião – equivalente a 989 leitores –, é só uma questão de tempo para a tecnologia decolar no canal farma. No entanto, 54% (1.465) apontaram que falta investimento, experiência da equipe ou lideranças para conduzir esse processo. Para 29%, são os líderes e os profissionais do PDV que dificultam a transformação digital.

Outros 6% (206) entendem que há carências de soluções adicionais, como programas de inteligência artificial, enquanto 4% indicaram a necessidade de se efetivar uma política de segurança de dados.

O fato é que o levantamento sugere um longo caminho a percorrer, especialmente entre as farmácias de médio e pequeno porte. “Estamos falando de um mercado que sempre foi resistente à adoção da tecnologia, na contramão do movimento ideal para o varejo. Mas a pandemia mudou radicalmente essa percepção”, ressalta Samuel Gonsales, diretor de relacionamento do E-Commerce Brasil.

Especialistas destacam que a aposta no digital pode se fundamentar na simplicidade, driblando a carência de recursos ou cabeças pensantes. E em vez de estruturar superdepartamentos de inovação, o varejo farmacêutico deveria mirar em parcerias com startups, agregando mais rapidamente soluções de tecnologia ao seu portfólio. De acordo com o Distrito, são 719 healthtechs existentes no país, das quais 52% atuam como plataformas B2B.

Para Henrique de Campos Junior, pesquisador do Centro de Excelência em Varejo da FGV, o WhatsApp e as redes sociais poderiam ser uma saída certeira para farmácias com pouco fôlego para investimentos. “O PDV poderia orientar seu cliente sobre a utilização de produtos de higiene pessoal e beleza, por meio de uma live no Instagram, e usar o WhatsApp para reforçar a divulgação e “linkar” com alguma promoção, para retirada em loja”, exemplifica.

05.09

Nova enquete

Genéricos, medicamentos de prescrição, MIPs, não medicamentos ou produtos de cuidados pessoais. Na nova enquete que está no ar, queremos saber que categoria mais estimula as vendas em sua farmácia. Participe e contribua para enriquecer o debate.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/biobalance-avanca-com-suplementos-em-grandes-redes/

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress