fbpx
O maior canal de informação do setor

Farma Conde delata esquema de sonegação no setor

Farma Conde delata esquema de sonegação entre farmácias e distribuidoras

De delegado de Polícia a fundador da Farma Conde, com mais de 230 lojas, e agora delator de um grande esquema de sonegação fiscal envolvendo farmácias e distribuidoras. O programa Fantástico, da TV Globo, teve acesso aos vídeos dos depoimentos de Manoel Conde Neto que levaram o Ministério Público a denunciar os líderes dessa organização criminosa, que reúne até um fiscal da Secretaria da Fazenda de São Paulo (Sefaz-SP).

Intitulada Operação Monte Cristo, a investigação começou em 2017 e teve sua segunda fase em outubro do ano passado, em 32 municípios de Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Estima-se que a fraude tenha desviado mais de R$ 10 bilhões dos cofres públicos. “O mercado não é inocente, não é ingênuo, como eu também não sou ingênuo. Se o remédio custa R$ 8 e está custando R$ 4, é porque não foi recolhida a substituição tributária”, afirmou o empresário.

Conde Neto ainda aponta que mais de 150 distribuidoras no estado de São Paulo viabilizam a operação fraudulenta a serviço de redes de pequeno porte e farmácias independentes. Duas das atacadistas seriam a Hiperdrogas e a Megadrogas, que inclusive é flagrada em um vídeo revelando a abertura de uma empresa de fachada. A Bifarma, rede com 150 lojas em Minas Gerais e São Paulo, também é acusada de participar do esquema. Na segunda fase da Monte Cristo, as autoridades chegaram a encontrar gavetas com R$ 9,5 milhões em espécie na casa do sócio da empresa em Santana do Parnaíba.

Como funcionava?

Os promotores relatam que o esquema driblava o pagamento do ICMS para obter alíquotas mais vantajosas em outros estados. Para não pagar mais em São Paulo, os suspeitos enviavam os medicamentos para Goiás. De lá, a mercadoria era levada de volta para São Paulo, onde distribuidoras fantasmas recolhiam o imposto. Quando o fisco chegava para cobrar, essas empresas já não existiam, não tinham patrimônio ou não se encontrava nenhum sócio efetivamente dessa empresa.

Mas para que esse esquema funcionasse, uma das figuras importantes era David Mariano Fagundes, fiscal da Sefaz-SP que solicitou aposentadoria logo após ter conhecimento das investigações. Segundo a delação, ele propôs uma consultoria para as empresas do esquema, usando o escritório do sobrinho Michel Domingos, e teria ganho R$ 148 mil para acobertar a sonegação. Até sua irmã foi usada como laranja. A reportagem tentou localizá-lo em sua residência, em Campinas, e no haras que mantém na cidade de Torres de Pedra, mas não foi encontrado.

O que dizem os envolvidos

As distribuidoras Hiperdrogas e Megadrogas afirmaram que não tiveram acesso ao teor da investigação. Já a Bifarma declarou em nota que está colaborando com as autoridades fiscais para regularizar a situação. A Corregedoria de Fiscalização Tributária da Sefaz-SP declarou que abrirá uma sindicância.

Ao todo, 11 pessoas vão responder por organização criminosa e lavagem de dinheiro. Manoel Conde Neto teve seus bens bloqueados até pagar a indenização no valor de R$ 300 milhões.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/01/17/enquete-sobre-a-palavra-chave-de-2021-divide-opinioes/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra