Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Conheça 20 farmacêuticos que fizeram história

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Dia do Farmacêutico: 20 profissionais que fizeram história
Foto: Canva

Neste sábado, dia 20, o Dia do Farmacêutico celebra uma das profissões que mais vem gerando empregos no país e ganhando protagonismo no ecossistema de atenção à saúde.

E para homenagear essa categoria, o Panorama Farmacêutico elencou um time de 20 craques do setor, que fizeram história com descobertas fundamentais e confirmam a relevância da carreira farmacêutica.

O farmacêutico e sua contribuição para o mundo

Confira a seguir os farmacêuticos que fizeram história com seus trabalhos e descobertas.

Alexander Fleming

Foi um microbiologista e farmacologista britânico que descobriu a penicilina. Fleming era um pesquisador bagunceiro que deixou uma pilha de culturas de estafilococos em sua mesa durante um mês de férias. Ao retornar, percebeu que uma das culturas havia sido destruída por um fungo, que mais tarde usaria para desenvolver o antibiótico

Benjamin Green

O farmacêutico norte-americano atuou como aviador na Segunda Guerra Mundial e usou vaselina veterinária na pele para servir como barreira física do sol. Ao regressar da guerra, acrescentou manteiga de cacau e óleo de coco à fórmula para fazer um produto mais agradável, o que mais tarde se tornaria o bronzeador Coppertone

Caleb Bradham

Inventor e farmacêutico norte-americano, foi simplesmente o criador do refrigerante Pepsi-Cola

Cândido Fontoura

Cândido Fontoura Silveira era farmacêutico em Bragança Paulista (SP) quando, aos 25 anos, em 1910, criou o Biotônico Fontoura

Carl Wilhelm Scheele

Farmacêutico sueco-alemão, foi um dos cientistas que mais trouxe contribuições à ciência. Entre os anos de 1772 e 1781, descobriu vários ácidos orgânicos e inorgânicos, entre os quais arsênico, fluorídrico, molíbdico, cítrico, gálico, lático, málico, oxálico, pirogálico, tartárico e úrico

Claude Nativelle

O farmacêutico francês isolou e cristalizou, em 1844, o princípio ativo da dedaleira (digitalis), usado no tratamento de arritmias cardíacas

Eduardo Augusto Gonçalves

O farmacêutico português desenvolveu a pomada Minancora no Brasil em 1915

Friedrich Sertürner

Como assistente de farmacêutico, o alemão Friedrich Sertürner foi o primeiro químico a separar a morfina do ópio. Embora sua descoberta tenha sido feita em 1805, somente depois de 1815 a morfina se tornou amplamente disponível para uso no alívio de dores

George F. Archambault

Nascido em 1910 nos Estados Unidos, Archambault é considerado o Pai da Atenção Farmacêutica

Henri Leroux

Em 1828, o farmacêutico francês, juntamente com o químico italiano Raffaele Piria, isolou o princípio ativo da casca do salgueiro. Eles o batizaram de salicina ou ácido salicílico, substância que foi a precursora da Aspirina

Henri Nestlé

Fundador da Nestlé, o farmacêutico alemão lançou a Farinha Láctea, uma combinação de leite de vaca, farinha de trigo e açúcar. O composto foi desenvolvido para ser consumido por bebês que não podem ser amamentados, para ajudar a combater as altas taxas de mortalidade infantil

João Bernardo Coxito Granado

Criou, em 1903, o Polvilho Antisséptico, produto mais antigo e carro-chefe da Granado. Sua fórmula, que teve registro aprovado por Oswaldo Cruz, permanece inalterada até os dias de hoje

João Gomes Xavier

O farmacêutico brasileiro desenvolveu o Regulador Xavier, preparado à base de extratos vegetais, de plantas medicinais para distúrbios da menstruação e registrado nos órgãos de saúde desde 1930

John Pemberton

Uma das bebidas mais populares até hoje, a Coca-Cola foi inventada pelo farmacêutico norte-americano para neutralizar seu próprio vício em morfina

Joseph Swan

Aprendiz de farmacêutico e químico britânico, Swan foi responsável pelo desenvolvimento da primeira luz incandescente

Lunsford Richardson

Nascido nos Estados Unidos, foi o inventor do Vick VapoRub há mais de 110 anos. Até hoje a pomada do frasco azul, feita de mentol, cânfora, óleo de eucalipto e vários outros óleos, misturados a uma base de vaselina, é comercializada no mundo inteiro

Odette Ferreira

Pioneira da investigação sobre a Aids em Portugal, foi responsável pela identificação do vírus HIV de tipo 2

Pierre Jean Rebique

Professor da Ecole de Pharmacie de Paris, descobriu muitos produtos naturais, entre eles dois alcaloides narcotina (noscapina) e codeína

Rodolpho Albino

Militar brasileiro, Albino foi um dos fundadores e presidiu a Associação Brasileira de Farmacêuticos, em 1916. O pesquisador redigiu, editou e publicou sozinho a primeira edição da Farmacopeia Brasileira, em 1926, com descrições de mais de 200 plantas medicinais, a maioria delas de origem brasileira. O Código Farmacêutico Brasileiro foi escrito no laboratório da Casa Granado, na qual Albino era diretor técnico

Terry Williams

No início dos anos 1900, o jovem farmacêutico dos Estados Unidos, literalmente, fez um presente para sua irmã Mabel. Ele combinou carvão com vaselina e ela aplicou a mistura nos cílios. Mabel conheceu seu futuro marido enquanto usava o rímel e, como presente de casamento, Terry deu à sua invenção o nome de sua irmã, Maybelline (combinando Mabel e vaselina)

Com informações do ASCP, Associação Nacional dos Inventores, CRF-CE, DNCR, Estadão, Minancora, Nestlé, O Dia, Ordem dos Farmacêuticos, Pharmacy Times, PubMed, Science Photo Library, Sifep, UFRJ, Universidade de Sidney e What Uni.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!