Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Uma das farmácias mais antigas era querida de D. Pedro

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Uma das farmácias mais antigas era queridinha de D. Pedro
Foto: Reprodução Facebook Granado Farmácias

Uma das farmácias mais antigas do Brasil e do mundo, a Granado tinha o privilégio de ser a queridinha de uma família bem importante.

Fundada em 1870 pelo português José Antonio Coxito Granado, no coração do Rio de Janeiro, a botica e perfumaria mais tradicional do país completou 153 anos e chegou a receber o título de “Farmácia Oficial da Família Imperial” pelo imperador Dom Pedro II.

Utilizando cerca de 300 espécies de plantas medicinais que ele mesmo cultivava, Coxito fabricava produtos que competiam ou substituíam similares que vinham da Europa, adequando-os às necessidades de quem vivia no Brasil. A propriedade em que o empreendedor cultivava suas ervas e matérias-primas era conhecida como Ilha da Saúde, uma chácara em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

Com crescimento notório após três gerações da família Granado, em 1994, o neto Carlos Granado Vieira de Castro contratou o inglês Christopher John Ogle Freeman para ser uma espécie de executivo-chefe, com a missão de prospectar investidores interessados na compra da farmácia.

Freeman encantou-se tanto pela trajetória e ele próprio acabou sendo o comprador que a família procurava. Antes de oficializar a proposta, industrializou a produção, introduziu ações de marketing e gestão, além de adotar recursos tecnológicos na empresa — jamais deixando de lado a qualidade. Em 2004, a Phebo, outra marca muito tradicional de cosméticos brasileiros foi incorporada ao grupo.

Em uma das farmácias mais antigas, um dos produtos mais antigos

Uma das farmácias mais antigas tem também um produto longevo. O Polvilho Antisséptico  foi desenvolvido por João Bernardo Granado, irmão de Coxito, em 1903. A fórmula teve registro aprovado pelo sanitarista Oswaldo Cruz e continua inalterada até hoje.

Outro velho integrante do portfólio chegou ao mercado em 1915 para nunca mais sair. O sabonete de glicerina teve sua fórmula renovada em 1998, passando a ser fabricado com glicerina vegetal. A Granado foi a primeira empresa a produzir sabonetes livres de ingredientes de origem animal no país.

Depois da aquisição da companhia por Freeman, novos itens foram desenvolvidos e a botica reúne talcos cremosos, esmaltes, esfoliantes, sais de banho, perfumes, dermocosméticos e linhas completas para o cuidado e o bem-estar.

Internacionalização da marca

Em 2013, a Granado iniciou a internacionalização da marca após convite especial do Le Bon Marché, uma loja de departamentos em Paris, para participação com produtos da empresa em uma semana que homenageava o Brasil. O sucesso das vendas fez com que a marca ganhasse um espaço maior nas edições seguintes do evento.

Dando continuidade a essa internacionalização, em 2016 a empresa anunciou a venda minoritária para a espanhola Puig, uma das maiores companhias de perfumaria do mundo. Atualmente, a companhia tem três lojas conceito em Paris e está presente em diversos pontos de venda da França.

As informações para esta matéria foram coletadas do Pharol Granado, blog da companhia inspirado no Pharol da Medicina. Esse tradicional almanaque, produzido pela rede de 1888 até a década de 1940, trazia uma lista de novos produtos, entretenimento e notícias relevantes da época.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress