fbpx
O maior canal de informação do setor

Farmácias de Campo Grande receberão denúncias de focos e criadouros do Aedes aegypti

137

Equipes de profissionais de farmácias estão sendo capacitadas para receber denúncias de focos e criadouros do mosquito Aedes aegypti em Campo Grande.

População poderá notificar casos suspeitos de Dengue, Zika, Chykungunia e outras doenças transmitidas pelo inseto.

A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e o Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul (CRF-MS).

A adesão das farmácias amplia o quadro de pessoas que fazem parte do projeto ‘Colaborador Voluntário’, do governo municipal.

‘Através desta ferramenta, teremos um conhecimento mais abrangente dos terrenos que estão abandonados e sem manutenção, com criadouros do Aedes e minimizaremos a subnotificação dos casos de arboviroses em Campo Grande’, explica o secretário municipal de saúde, José Mauro Filho.

Mesmo sendo pontos de denúncia e notificação, os profissionais que atuam nas farmácias também irão orientar à população sobre a quais outros meios oficiais devem recorrer para fazerem suas denúncias.

‘Nos casos de sintomas leves da dengue, que muitas vezes a pessoa não vai até uma unidade de saúde, o paciente receberá a orientação adequada e será orientado sobre os riscos’, completa o titular da pasta.

‘A parceria já existe há algum tempo entre a Sesau e as farmácias, mas neste ano iremos começar a ampliar também para o combate ao Aedes, com a notificação de casos suspeitos das doenças transmitidas pelo Aedes’, conclui a superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo.

Fonte: Correio do Estado MS

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/avanco-da-dengue-faz-governo-antecipar-campanha-contra-o-aedes-aegypti/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação