O maior canal de informação do setor

Varejistas alimentares perdem espaço no canal farma

298

 

Profissional segura medicamento em farmácia; varejistas alimentares perderam participação no mercado

Segundo dados da Close-Up International Brasil, o faturamento das redes de farmácias ligadas a varejistas alimentares foi de R$ 1,6 bilhão no período de 12 meses até agosto de 2021. Já unidades, foram 66 milhões comercializadas no período, totalizando um volume de 0,96% do mercado. A informação é do Giro News.

Veja também: Drogaria da Rede PoupAqui será inaugurada em Capão Bonito

Esses números apontam uma acentuada queda, 10,31% em faturamento e 15,97% em unidades, se comparados ao mesmo período entre 2019 e 2020. Outros dados que também demonstram uma retração foram os de representatividade de mercado (anteriormente 1,34%, atualmente 1,07%) e volume de unidades comercializadas (anteriormente 1,20%).

Siga nosso Instagram

O que explica a diminuição da participação dos varejistas alimentares?

A mudança nas estratégias dos varejistas alimentares e o fechamento de pontos de venda por causa da pandemia explicam os dados, segundo a Close-Up. Um exemplo é o caso do Walmart/Grupo Big.

Quando a varejista norte-americana mudou sua bandeira, ela encerrou a sua operação no canal farma e firmou uma parceria com a Coop, que instalou 21 farmácias nas lojas do grupo.

Por meio de nota, a Close-Up explica, “Desta maneira, a atuação do varejo alimentar no segmento farmacêutico teve um impacto em seu crescimento, tendo uma representatividade atual menor que no passado”.

Segundo dados da pesquisa 0,54% dos PDVs (460) pertencem a varejistas alimentares no Brasil.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação