fbpx
O maior canal de informação do setor

Farmácias convivem com falta de medicamentos para inalação

falta de medicamentos

A onda de frio da última semana agravou as dificuldades que farmácias vêm enfrentando com a falta de medicamentos. Dessa vez, a maior escassez envolve remédios para inalação, entre os quais anti-inflamatórios, broncodilatadores e soro fisiológico.

As informações são da Folha de S.Paulo, com base em testemunhos das duas maiores redes do varejo farmacêutico nacional. Na RaiaDrogasil, as barreiras para ter acesso a broncodilatadores arrastam-se desde o fim do ano passado, em função da resiliência da pandemia no Brasil. Segundo a rede, o mercado não estava preparado para a onda de frio atípica.

Essa é a mesma argumentação do Grupo DPSP, que vem negociando compras adicionais com a indústria farmacêutica e também com distribuidoras.

Lockdown na China estimula falta de medicamentos

Para especialistas como Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma, a imposição de lockdown na China por conta da alta de casos da Covid ajuda a explicar esse cenário.

“Quase 95% dos medicamentos no país dependem de matéria-prima originária principalmente da China, que teve as exportações afetadas pelo lockdown. Além da maior dificuldade para a chegada de insumos ao país, tivemos uma espécie de efeito dominó, pois outros produtos que estavam faltando exigiram mais dedicação da indústria, acarretando a redução na fabricação de outros produtos”, avalia.

O governo federal, inclusive, decidiu autorizar a suspensão do teto de preços de medicamentos, após sofrer pressões pela falta de medicamentos na rede pública. A medida estendeu-se para a iniciativa privada.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Acompanhe nossos conteúdos também pelo Instagram

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra