O maior canal de informação do setor

Farmácias Pague Menos avaliam compra da Extrafarma

2.661

Farmácias Pague Menos avaliam compra da Extrafarma

Segue a novela da venda da Extrafarma. Embora tenha descartado recentemente a estratégia de expansão por meio de aquisições, as Farmácias Pague Menos surgem como potenciais interessadas na compra da rede.

As informações são do O Estado de S.Paulo. Segundo a publicação, o Grupo Ultra, controlador da Extrafarma, estaria em conversações iniciais com a companhia de origem cearense.

Essa possibilidade vai ao encontro do que projetaram analistas do varejo farmacêutico, que apostam na consolidação dos maiores players do setor a partir da onda de IPOs em 2020, entre os quais o da própria Pague Menos. Esse movimento seria possível com a aquisições de redes menores.

A compra da Extrafarma, hoje com 400 lojas e faturamento anual de R$ 1,5 bilhão, poderia contribuir para um crescimento mais robusto da Pague Menos nas regiões Norte e Nordeste e reduzir a distância para as duas primeiras colocadas do ranking de faturamento da Abrafarma – a Raia Drogasil e o Grupo DPSP. A Extrafarma ocupa a sétima posição.

Mudança de rota ou despiste?

O presidente da rede cearense, Mário Queirós, descartou no último mês de janeiro o interesse em adquirir a Extrafarma. Ele chegou a mencionar que recebeu sondagens para viabilizar a transação, mas vê uma grande sobreposição entre as duas operações e uma dificuldade de aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Mas agora, ao ser procurado pelo O Estado de S.Paulo, simplesmente não se manifestou. Seria um sinal de negociações no ar?

Entretanto, uma fonte afirmou que o Grupo Ultra ainda baterá o martelo se seguirá com o processo de venda, cuja continuidade dependeria das ofertas que surgirem.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação