Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

GP Farma traz novo modelo de gestão para farmácias regionais

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

GP Farma traz novo modelo de gestão para farmácias regionais
André Vanni e Afonso Morais: dupla com rica experiência no varejo farmacêutico

Redes de farmácias regionais ganham um modelo de gestão inovador e fundamentado no mercado norte-americano. A GP Farma inicia operações com a meta ousada de reunir 50 empresas até 2023 e chegar a 100% dos estados brasileiros em cinco anos.

A inspiração partiu da Good Neighbor Pharmacy, que integra 3,1 mil farmácias e tem o apoio da distribuidora AmerisourceBergen. “Queremos solidificar no Brasil o conceito do varejo administrado. Na prática, somos uma empresa que agrega múltiplas competências e atua como braço estratégico das redes, aperfeiçoando o gerenciamento de dados e a promoção de negócios”, resume André Vanni, idealizador do projeto e com 28 anos de experiência como sócio e fundador de companhias do setor.

Para fortalecer a profissionalização da GP Farma, Vanni recrutou para o cargo de CEO o executivo Afonso Morais, que exerceu posições de liderança comercial e de marketing em grupos do varejo farmacêutico. O objetivo é prospectar redes de médio porte e PDVs independentes com um bom plano de expansão. “Para a GP Farma, o perfil de atuação da farmácia é mais importante que o faturamento”, ressalta Morais.

“A concentração e consolidação do varejo farmacêutico são tendências irreversíveis, assim como a transformação no perfil de consumo e a necessidade de sortimentos e preços cada vez mais individualizados. Alternativas como centrais de compras e modelos associativos são positivas, mas cuja proposta de valor é temporária e limitada, incapaz de acompanhar esse movimento complexo”, avalia Vanni.

Gestão 360º de farmácias regionais

A GP Farma trabalhará com um modelo híbrido de remuneração, direcionando grande parte de suas receitas em acordos com a distribuição e indústria. Vale destacar que a farmácia não perderá margens ou receitas em seus negócios. Em contrapartida, as farmácias regionais terão à disposição uma suíte de soluções de diferentes consultorias – especializadas em áreas como gestão comercial e de marketing, planejamento logístico, desenvolvimento de novos negócios, assessoria jurídica, business intelligence e treinamentos a distância.

“São empresas que se distinguem por ter uma atuação sólida no mercado farmacêutico, com projetos já realizados para mais de 120 redes”, ressalta Vanni. Essa gama de parcerias viabilizou a criação de um escopo de dez serviços especializados. São eles:

  • GP Marcas: a proposta é incentivar a evolução das marcas próprias nas farmácias, por meio de linhas de vitaminas, cosméticos, higiene pessoal infantil e materiais ortopédicos, entre outras. “Em cinco anos, projetamos mais de 500 SKUs e uma participação de 10% nas vendas”, destaca.
  • GP Parcerias: apoio em negociações comerciais duradouras com indústrias, distribuidoras e fornecedoras de produtos e soluções
  • GP Informa: ferramenta de inteligência que monitora o desempenho dos principais indicadores de compras e vendas com acompanhamento de metas
  • GP Consultoria: gestão de compras e de atividades como planejamento de demanda, precificação, mix, sortimento e layoutização
  • GP B2B: plataforma integrada para otimização dos processos de pedidos de marcas próprias e parcerias
  • GP Finance: consultoria e soluções financeiras
  • GP Digital: orientações para implementação e aceleração das vendas digitais
  • GP Intelligence: estrutura compartilhada de inteligência, a partir de pesquisas da IQVIA e Close-Up, estudos personalizados e recursos de geomarketing
  • GP PBM: gestão dos contratos e dos programas de benefícios de medicamentos
  • GP Regulatório: suporte na elaboração de projetos para oferta de serviços clínicos, vacinação, testes laboratoriais, além de apoio na adequação a normas e regimentos sanitários

Planos de expansão

A GP Farma já tem a adesão de oito redes do Distrito Federal e de Goiás, além de uma no Paraná. A expectativa é somar 20 até dezembro. “Em dois anos esperamos estar presentes em todo o Sudeste, parte do Centro-Oeste e do Nordeste. Também prevemos uma segunda onda de iniciativas que incluem a organização de eventos de negócios, missões técnicas e de uma unidade de serviços centralizados”, acrescenta Vanni.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress