Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Grávidas podem tomar paracetamol?

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Grávidas podem tomar paracetamol?

O uso de analgésicos está comumente relacionado ao alívio de dores de cabeça, dente, garganta e cólicas menstruais, além de ter ação antitérmica. Mas uma dúvida em relação ao uso sempre aparece em situações específicas, como a gestação. Afinal, as grávidas podem tomar paracetamol?

Embora seja permitido que as gestantes tomem esse medicamento, é preciso ter cautela com a dose e a duração do tratamento, especialmente por não ser vendido sob prescrição médica. Por conta disso, o ideal é que a grávida converse com seu médico antes de tomar o medicamento.

Como as grávidas podem tomar paracetamol?

Consumir um medicamento com cautela significa seguir recomendação médica, e isso não deve ser diferente ao usar o paracetamol na gravidez. Evite ingeri-lo se a dor for leve ou, ainda, se for possível ser tratada sem precisar do remédio.

O fármaco já foi associado a problemas no neurodesenvolvimento do bebê, causando questões como transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e dificuldades na aquisição de linguagem.

Os estudos ainda não estão concluídos e não é possível cravar que as questões acima têm relação direta com o uso do paracetamol. No entanto, pesquisadores do Brasil, Estados Unidos e alguns países europeus associam a medicação a eventos adversos e, por isso, fazem o alerta.

Nas grávidas, o uso errado do medicamento pode provocar reações alérgicas e hipersensibilidade, por exemplo.

É importante lembrar que, diferentemente do paracetamol, que pode ser usado com orientação médica mesmo durante a gestação, há outras opções para tratar dor ou febre e que são consideradas ruins para as grávidas e, por isso, não devem ser ingeridas. É o caso da aspirina e do ibuprofeno.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!