fbpx
O maior canal de informação do setor

GT-Farma apresenta balanço de ações ao ministro Marcos Pontes

178

Um balanço das ações do GT-Farma foi apresentado nesta terça-feira (18) ao ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes. O grupo, criado em junho de 2020, encerrou seu prazo inicial de atuação.

Siga nosso instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

‘A necessidade de produção de insumos é uma das lições aprendidas a pandemia. Não podemos ficar à mercê do que acontece no exterior. Considero que este tipo de atividade do GT Farma é uma das prioritárias para a proteção dos brasileiros’, ressaltou Marcos Pontes.

O GT Farma é uma iniciativa do MCTI para o desenvolvimento de insumos farmacêuticos e medicamentos no Brasil para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. O grupo busca fomentar ações para que o setor farmacêutico e de medicamentos cresça com a intenção de consolidar a soberania nacional nesse segmento.

Nestes primeiros meses de atuação o grupo ampliou o diálogo com as associações de insumos farmacêuticos e de medicamentos, escutou especialistas no setor e levantou um conjunto de 28 ações que compõem o Plano de Ação do GT-Farma.

De acordo com o coordenador-geral de Desenvolvimento e Inovação em Tecnologias Estratégicas do MCTI, Felipe Bellucci, as ações do plano compreendem um conjunto de diretrizes. ‘Temos a necessidade de fortalecer os recursos humanos, fortalecer a inovação radical e a relação do setor produtivo com as nossas ICTs. Todo o conhecimento gerado pelo ministério nas últimas décadas precisa ser melhor articulado com o setor produtivo para resolver os gargalos, principalmente os gargalos da pandemia’, destacou.

Para o presidente da Grupo FarmaBrasil, Reginaldo Arcuri, a criação do GT-Farma é um marco muito importante. ‘Apesar de toda a importância, a indústria farmacêutica ainda tem baixa visibilidade no Brasil, mesmo com as circunstâncias da pandemia. Esse trabalho do MCTI contribui decisivamente para esse aumento de visibilidade’, ressaltou Arcuri.

A portaria 2.792/20 – que criou o GT-Farma – define que o grupo terá duração inicial de 180 dias. No último dia 17 de maio encerrou-se o prazo inicial de atuação do GT-Farma. A expectativa de todos os representantes presentes na reunião é que os trabalhos sejam prorrogados pelo MCTI.

O GT-Farma é formado pelos ministérios de Ciência, Tecnologia e Inovações; Saúde e Defesa. Conta também com a participação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública do MCTI; do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), agência vinculada ao MCTI, e da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), organização social do MCTI.

Pelo setor produtivo participam o Grupo FarmaBrasil, a Associação Brasileira das Indústrias de Química Fina, Biotecnologia e suas Especialidades (ABIFINA), a Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (ALANAC) e a Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos (ABIQUIFI).

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/10/plano-gratuito-da-clinicarx-viabiliza-servicos-clinicos-em-pequenas-farmacias/

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação