O maior canal de informação do setor

Instituto global de informação prevê aumento em gastos com medicamentos em 2022

167

O desumidificador de ar é a solução ideal para manter o controle da umidade em ambientes de processamento de medicamentos.

Veja também: Farmácia contrata auxiliar de laboratório para início imediato

Estudos realizados pelo IQVIA indicam crescimento exponencial no setor farmacêutico. Com isso, é importante que as indústrias de medicamentos se atentem ao controle de temperatura e umidade, desde o processo de produção, até o armazenamento e comercialização.

Siga nosso Instagram

Projeções do IQVIA, instituto líder global de informação, tecnologia, análises avançadas e expertise humana para a saúde, apontam que cada pessoa irá gastar US$ 107 com medicamentos em 2022. No Brasil, o gasto por pessoa deve ultrapassar US$ 200.

Estudo da Associação Brasileira da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (INTERFARMA) mostra que o Brasil vem subindo no ranking dos maiores mercados farmacêuticos mundiais.

Em 2012 estava na 7ª posição.

Em 2017 estava na 6ª posição.

Em 2022 deve alcançar a 5ª posição.

Uma das grandes preocupações da indústria farmacêutica é a alta umidade em sua linha de produção, armazenagem, processo de distribuição e laboratórios , pois, fora de controle, ela pode provocar muitos danos em todas essas fases.

O excesso de umidade pode provocar a contaminação biológica e a perda de lotes inteiros, sendo assim, o ambiente para a produção de medicamentos exige controle rígido sobre temperatura e umidade.

O descumprimento desses requisitos pode causar alteração na estabilidade dos medicamentos e a contaminação por fungos . Medicamentos higroscópicos podem sofrer processo de deterioração. Quando não há o controle sobre a umidade podem ocorrer mudanças na cor do medicamento, variação de volume e consistência, e ainda a formação de cristais.

O controle da umidade em medicamentos se faz necessário em todas as fases. No estoque da matéria-prima, no processo de fabricação, na distribuição e, inclusive, na armazenagem .

O único meio eficiente para o controle da umidade na indústria farmacêutica é através do uso de desumidificadores de ar . Eles mantêm a umidade sob controle e desta forma impedem os danos aos medicamentos, mantendo a estabilidade e eficácia para a qual foram produzidos. Dentre seus benefícios está o fato de impedir a proliferação de microrganismos como ácaros , bactérias e fungos, que dão origem ao bolor e ao mofo , extremamente danosos em casos de medicamentos.

O ideal é que os desumidificadores sejam utilizados em todas as fases do processo em que seja necessário o controle de umidade, para que não haja o perigo de contaminação. Na indústria farmacêutica, a umidade pode causar danos também às máquinas e equipamentos através de ferrugem e corrosão. Isso, em alguns casos, pode significar interrupção na produção. Em outras palavras, prejuízos de ordem financeira.

Luciana Felisberto, diretora industrial da BlisFarma fala sobre a importância do desumidificador: ‘O desumidificador de ar é a solução ideal para manter o controle da umidade em ambientes de processamento de medicamentos. A umidade é um fator muito crítico na indústria farmacêutica, principalmente com os materiais higroscópicos. Se não houver um controle correto do processo de produção, embalagem e armazenagem, por exemplo, os produtos podem perder a qualidade, contrariando resolução da Anvisa’.

Sven von Borries, diretor comercial da Thermomatic do Brasil, dá um panorama sobre a indústria farmacêutica. ‘A indústria farmacêutica é uma das mais rígidas quando se trata do controle de umidade. O desumidificador deve ser utilizado em diversos ambientes, seja na produção, na armazenagem (da matéria-prima ou do produto acabado) ou mesmo no transporte. Todos estes ambientes, além de controlados, são auditados pela Anvisa. O que faz também necessário o uso de data loggers que armazenam as informações de minuto a minuto.’

A norma à qual os executivos se referem é a RDC nº430 de 08/10/2020, da ANVISA, que dispõe sobre as Boas Práticas de Distribuição, Armazenagem e Transporte de Medicamentos.

A RDC nº 430 se aplica a empresas que distribuem ou transportam remédios e àquelas a que cabe armazenar os mesmos. Da RDC consta a recomendação sobre o controle necessário da umidade.

Fonte: Portal Carapicuíba

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação