O maior canal de informação do setor

Por isenção de IPI, Câmara corta subsídio a farmacêuticas

346

Por isenção de IPI, Câmara corta subsídio a farmacêuticas

O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de automóveis comprados por taxistas até 2026 foi aprovado pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira, dia 1º. Mas quem pagará a conta será a indústria farmacêutica. A contrapartida para isenção do IPI será o fim da isenção do PIS/Cofins nas compras de produtos químicos e farmacêuticos.

Veja também: São Paulo quer reduzir para 4 meses o intervalo entre 2ª e 3ª dose

Segundo informações do Valor Econômico, o PL ainda voltará ao Senado para análise das emendas feitas pelos deputados.

Siga nosso Instagram

Essa não é a primeira vez que tentam acabar come esse incentivo tributário. Na reforma do Imposto de Renda, ele já havia sido revogado pela Câmara, mas o texto não foi aprovado pelos senadores e segue parado.

Segundo o relator do projeto, deputado Tiago Dimas (Solidariedade-MG), o Ministério da Economia estima que a desoneração para a indústria farmacêutica e química custe R$ 3,702 bilhões anualmente, enquanto os cofres públicos abrirão mão de R$ 1,891 bilhões com a isenção do IPI.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação