O maior canal de informação do setor

Justiça acata pedido do MP e determina bloqueio de R$ 2 milhões de investigados na operação Capésius

328

Dois investigados na operação Capésius tiveram suas prisões temporárias convertidas em preventivas e a Justiça determinou ainda o bloqueio de quase R$ 2 milhões dos dois com o objetivo de ressarcimento dos danos ao patrimônio público. A ação realizada na última segunda-feira (13) pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) em conjunto com a Polícia Civil (PC) apura fraudes na aquisição de medicamentos judicializados, com dispensa de licitações, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal (DF).

O promotor de Justiça Douglas Chegury, da 1ª Promotoria de Justiça de Formosa, explica que as investigações começaram há seis meses e estima-se que o esquema desviou R$ 2 milhões dos cofres públicos do município em 2020 e 2021. No dia da operação, as ordens judiciais foram cumpridas contra empresários e empresas distribuidoras de medicamentos.

A investigação mostrou que o esquema utilizava empresa em nomes de ‘laranjas’ e fraudava licitações para o fornecimento de medicamentos a preços superfaturados. De acordo com o MP, foram identificados que determinados produtos foram adquiridos pelo Fundo Municipal de Saúde com mais de 200% de superfaturamento.

Os investigados apresentavam ao Fundo Municipal orçamentos falsificados de empresas que, de fato, desconheciam o uso da documentação, com preços acima dos praticados no mercado, com o intuito de direcionar a licitação para a empresa que pretendiam ver vencedora, cujo orçamento era ligeiramente inferior aos demais.

Ainda de acordo com o Ministério Público de Goiás (MP-GO), a compra dos medicamentos era determinada antecipadamente pelo Poder Judiciário, atendendo pedido do próprio MP, para atender pacientes de Formosa que não obtiveram os medicamentos administrativamente junto à Secretaria de Saúde municipal.

A reportagem não conseguiu localizar a defesa dos suspeitos. O espaço segue aberto para manifestação.

Capésius

A operação recebeu o nome de Capésius em alusão ao farmacêutico de Auschwitz Victor Capésius, que utilizou seus conhecimentos de forma criminosa e em favor do nazismo, causando a morte de milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial, num período da história que ficou conhecido como Holocausto.

Fonte: O Popular

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/justica-obriga-uniao-a-dar-remedio-mais-caro-do-mundo-a-bebe-com-atrofia-muscular-espinhal/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação