Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Licenciamento de marca faz Cityfarma crescer 16%

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Licenciamento de marca faz Cityfarma crescer 16%

O licenciamento de marca vem impulsionando os planos de expansão da Cityfarma. Presente no Rio de Janeiro há 27 anos, a rede associada à Febrafar pretende acelerar o ritmo de incorporação de novas unidades em 2024. De 96 lojas em 33 municípios do estado, o grupo tem como meta encerrar o próximo ano com 180 PDVs.

“Para 2024, nosso objetivo é ter um avanço de 25% no faturamento”, ressalta Marise Nascimento (foto), presidente da varejista. “Para concretizar essa meta, buscamos tanto empreendedores que já mantêm um PDV ou investidores dispostos a ingressar no varejo farmacêutico”, destaca.

“Nossa proposta é focar em lojas de maior relevância, considerando fatores como o ponto comercial, a qualidade do trabalho que a loja oferece e, principalmente, o desempenho no faturamento”, acrescenta.

Rede quer disseminar licenciamento de marca no interior do RJ

Mesmo com uma boa distribuição dentro do estado do Rio de Janeiro, a estratégia da rede mira cidades importantes economicamente para o perfil de consumidores da farmácia. “Hoje temos maior concentração de PDVs na Região Serrana e Grande Rio. Agora queremos aumentar nossa participação no Noroeste e Sul fluminense”, ressalta.

Como atrativos, a rede conta com a oferta de um modelo de negócio baseado em precificação, layout, gestão do mix de produtos e treinamento. E foi exatamente pensando em como melhorar essa gestão que a Cityfarma promoveu uma festa de encerramento do ano na qual apresentou para uma plateia de mais de 200 convidados seus projetos para o próximo ano.

O evento ocorreu no dia 6 de dezembro na Marina da Glória, localizada no Aterro do Flamengo, um dos cartões-postais do Rio de Janeiro. “Nosso objetivo é criar um hub, conectando todos os elos da cadeia farmacêutica e entendendo as necessidades de cada player. Para isso, trouxemos profissionais com larga experiência no mercado farmacêutico para que possamos realmente entender e reconhecer onde estão as principais dores do mercado atualmente”, pontua a presidente da rede.

Segundo Marise, é fundamental que se consiga completar essa rota do produto que sai da indústria, passa pelo propagandista, é prescrito pelo médico, mas quando chega na farmácia o medicamento não chegou ao PDV e todos saem perdendo. “Precisamos fechar esse circuito, com a força de vendas visitando a farmácia e capacitando o farmacêutico e as equipes de balcão sobre os lançamentos”, observa.

Inovação também entra na pauta

Outro objetivo para 2024 é trabalhar as inovações, uma lacuna ainda muito profunda no mercado independente, que carece de falta de informação e de recursos.

“A ideia é fazer um trabalho de suporte para as nossas lojas, tanto com negociações, quanto com o desenvolvimento desses empresários. Isso também envolve sugestões para diversificação de produtos, estudo de mix, a fim de que nossos licenciados entendam melhor quais produtos são mais vantajosos investir, com um preço adequado ao perfil do consumidor local”, pontua Marise.

A rede está criando, inclusive, um grupo de lojistas para poder atuar tal como um pelotão de frente, analisando as demandas levantadas e verificando se os ajustes estão sendo efetuados.

CITYFARMA

Fundação: 1996
Faturamento: R$ 16,5 milhões
Capilaridade: 96 lojas em 33 municípios do Rio de Janeiro
Número de colaboradores das lojas: quase 1 mil

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!