Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Nanoprópolis da APISVIDA chega ao varejo farmacêutico

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

NANOPRÓPOLIS DA APISVIDA
Foto: Divulgação

O varejo farmacêutico brasileiro recebe um novo e exclusivo produto – o Nanoprópolis. Desenvolvido pela APISVIDA em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), no campus de Ribeirão Preto, o produto é até três vezes mais eficaz em relação aos extratos de própolis convencionais disponíveis no mercado.

Com esse lançamento, a APISVIDA, situada em Bebedouro (SP), espera ampliar ainda mais a sua capilaridade. Segundo dados do IQVIA, a fabricante lidera o ranking de vendas da categoria de mel nas redes associadas à Abrafarma e é a segunda colocada na categoria de própolis, com ótima experiência dos consumidores. É a única marca do segmento com 0% de rejeição. Atualmente, seus mais de 110 SKUs estão presentes nas maiores redes de farmácias do Brasil.

A parceria com a Universidade de São Paulo (USP) existe há 13 anos e o Nanoprópolis® vem sendo desenvolvido há cinco, por meio de uma pesquisa encabeçada pelos pesquisadores Jairo Bastos e Priscyla Daniely Gaspari. Neste mês de maio o produto chegou às farmácias.

Pesquisa comprovou benefícios extras do Nanoprópolis da APISVIDA

Pesquisas demonstraram que o Nanoprópolis da APISVIDA aumentou a biodisponibilidade dos compostos ativos da própolis, o que assegura uma absorção mais eficiente pelo organismo. Além disso, a formulação aquosa apresenta maior teor de extrato seco (ativos) de própolis, superando a eficácia da versão convencional, mesmo em doses menores.

O produto também apresenta uma ação cicatrizante 2,6 vezes maior e reduz em até 87% a carga viral de diferentes variantes do Sars-Cov-2, sendo até quatro vezes mais eficiente que os extratos de própolis verde convencionais. A nanotecnologia utilizada permitiu ainda triplicar a ação antioxidante e a citotoxicidade em células de câncer.

“O consumo de própolis no Brasil já é muito difundido. E com a comprovação da maior eficiência dessa solução, entendemos que a categoria tem potencial para conquistar outro status nas prateleiras das farmácias”, observa Renan Morales, gerente de marketing da fabricante, em entrevista exclusiva ao Panorama Farmacêutico.

Devido à maior facilidade logística, a distribuição do Nanoprópolis deve começar pelo estado de São Paulo, por meio do parque fabril de 2.300 m² em Bebedouro.

O produto chegará em duas apresentações ao varejo farmacêutico – o extrato de própolis verde e vermelho. Ambos não têm adição de álcool e o preço sugerido varia de R$ 45 a R$ 55. “Mesmo com um rol de benefícios maior, ainda chegará com um valor próximo do que já é praticado pelo mercado”, argumenta Morales.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress