Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Novo software agiliza escrituração de medicamentos controlados

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

medicamentos controlados
Crédito: Monica Ziegler

 

O aumento na demanda por medicamentos controlados, associada aos crescentes desafios na gestão da cadeia de suprimentos, vem impondo cada vez mais tempo e esforços da farmácia na escrituração eletrônica desse gênero de remédios.

Para agilizar essa tarefa burocrática, mas passível de severas penalidades por parte das vigilâncias sanitárias, a consultoria Interativa TI desenvolveu o Pharmus MC – um software concebido especialmente para redes de farmácias. Mais de 100 milhões de medicamentos controlados foram vendidos no ano passado, com aumento de dois dígitos em relação ao período pré-pandemia, o que eleva as dificuldades de gestores obrigados a monitorar dados sensíveis de vários PDVs.

Três grandes players do setor mantêm negociações avançadas para contratar a solução, que já está 100% configurada às novas regras da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Em operação desde 1997 e com sede na capital paulista, a consultoria já auxiliou mais de 2,3 mil farmácias a iniciar ou acelerar seus processos de informatização e transformação digital – entre redes regionais e lojas independentes.

Escrituração de medicamentos controlados pode gerar sanções graves

O controle das movimentações de medicamentos controlados é estabelecido pela Portaria SVS/MS nº 344/98 do Ministério da Saúde. A norma tornou obrigatória a escrituração por meio eletrônico pelo farmacêutico responsável técnico de cada estabelecimento, com base em sistemas validados pela autoridade sanitária. A adoção do sistema colocaria um fim no chamado livro negro, onde todas essas informações eram armazenadas em papel.

“O que se percebe, porém, é uma fragilidade das farmácias. Muitas ainda utilizam sistemas de escrituração instalados e estes são fornecidos por terceiros. Mas muitas vezes o suporte a esses sistemas obriga que o banco de dados seja enviado para a empresa fornecedora da TI, potencializando o risco de vazamento dos dados e erros no processamento das escriturações”, avalia Kleber Oliveira, sócio-diretor da Interativa TI (à direita na foto).

As penalidades em caso de falhas podem variar de multas até a lacração da loja. O próprio farmacêutico está sujeito a sanções previstas no Código de Ética da profissão, com possibilidade de advertência ou suspensão da atividade profissional.

Solução em nuvem garante segurança e acurácia dos dados

O Pharmus MC foi desenvolvido a partir da computação em nuvem, o que permite a anonimização dos dados e uma implementação simplificada, totalmente aderente aos sistemas de retaguarda tecnológica da rede e com dashboards gerenciais por loja. Backups diários automatizados asseguram a disponibilidade permanente dos bancos de dados, enquanto a ativação de alertas notifica os gestores sobre prazos e possíveis incongruências na escrituração.

“O software também está customizado para garantir conformidade plena com outras resoluções, entre as quais as RDCs 44/10, 20/11 e o SNGPC”, ressalta Oliveira.

As redes podem adicionar um número ilimitado de responsáveis técnicos e o acesso à plataforma pode ser controlado por meio de uma VPN. “Além de representar um atestado de segurança, evitamos a realização dessa atividade fora do horário de expediente, o que poderia acarretar futuros passivos trabalhistas”, complementa o também sócio Marcelo Augustus (à esquerda na foto).

O PDV ainda conta com treinamentos em formato EaD para orientações sobre o uso da ferramenta, por meio de cursos e videoaulas de três a quatro minutos de duração. “Além disso, oferecemos suporte técnico especializado por um portal do desenvolvedor ou via telefone ou WhatsApp, sete dias por semana”, diz Augustus.

Redes de farmácias interessadas em agendar uma demonstração gratuita do Pharmus MC podem clicar aqui. A consultoria também está disponível pelo e-mail comercial@interativanet.com.br ou pelo WhatsApp 11/2681-3333.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress