fbpx
O maior canal de informação do setor

Ômicron: Anvisa recebe informações de farmacêuticas sobre vacinas

226

Uma semana após questionar as instituições que produzem as vacinas contra a Covid-19 aplicadas no país, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou os retornos recebidos. A agência pediu informações sobre estudos relativos à variante Ômicron.

Pfizer e Fiocruz esclareceram as estratégias adotadas, em resposta à agência. O Instituto Butantan, responsável pelo imunizante Coronavac, solicitou prazo até a próxima segunda-feira (13/12) para responder o ofício.

Já a Janssen ainda não se manifestou. A Anvisa solicita monitoramento e avaliação do impacto das variantes descobertas da Covid-19 frente à eficácia das vacinas produzidas por cada desenvolvedora.

A agência exigiu o prazo de uma semana para a manifestação das farmacêuticas. A data foi atingida nesta quarta-feira (8/12).

‘Importante esclarecer que a avaliação experimental completa da Ômicron pode levar semanas ou até meses. Entretanto, os desenvolvedores de vacinas devem manter a vigilância permanentes dos seus imunobiológicos frente ao aparecimento da variante de preocupação’, destaca a agência, em comunicado.

Desde que cientistas da África do Sul anunciaram a nova cepa, as farmacêuticas realizam testes de desempenho de suas vacinas, frente à Ômicron. O temor é que a mutação resista à defesa produzida pelos imunizantes. Há a expectativa de que, nas próximas semanas, os primeiros dados sobre essas avaliações estejam disponíveis.

Efetuados em laboratórios de segurança máxima, os testes analisam a reação das amostras de sangue de pessoas vacinadas, quando postas em contato com a nova versão do vírus. No Brasil, estão autorizados os imunizantes da AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen, além da Coronavac.

Fonte: Portal Metrópoles Online


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/colgate-quer-atender-farmacias-independentes-com-loja-virtual/

 

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação