Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Patentes de medicamentos têm recorde em 2023

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Patentes de medicamentos têm recorde em 2023

Embora muitas patentes de medicamentos estejam perto do fim, a indústria farmacêutica continua a ostentar recordes na proteção de remédios inovadores.

Só os dez laboratórios líderes nesse quesito somam 2.465 patentes registradas no segundo trimestre, de acordo com a consultoria Global Data. Os dados consideram o histórico das duas principais agências reguladoras do mundo – a Food & Drug Administration (FDA) e a Agência de Medicamentos da União Europeia.

Patentes de medicamentos têm liderança da Suíça

As patentes de medicamentos têm duas farmacêuticas suíças como protagonistas, concentrando um terço dos registros. O primeiro lugar coube à Roche, com 524 patentes. Mais de 110 moléculas estão em desenvolvimento no pipeline, com foco em especialidades como oncologia, imunologia, doenças infecciosas e oftalmologia.

No ano passado, a farmacêutica suíça ganhou uma disputa judicial de US$ 775 milhões com a AstraZeneca envolvendo o Ultomiris, medicamento aplicado no tratamento de doenças raras que afetam a produção de hemoglobina.

A segunda colocação do ranking é da Novartis, também com foco em medicamentos de prescrição para doenças de alta complexidade, mas com quase metade do volume da Roche. Entre os 289 fármacos estão o Cosentyx e o Kesimpta, para o tratamento da psoríase e da esclerose múltipla, respectivamente.

O terceiro posto é da Johnson & Johnson (288 patentes), por meio de sua divisão farmacêutica Janssen. A companhia vem ampliando seus esforços em terapias contra diferentes tipos de câncer, a exemplo do Teclistamab – para combate ao mieloma múltiplo.

Patentes de medicamentos

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress