O maior canal de informação do setor

Pelo menos 20 pessoas receberam doses de vacina contra Covid de diferentes laboratórios, afirma PBH

80

Depois que um guarda municipal civil de Belo Horizonte denunciou que tomou a segunda dose da vacina contra Covid-19, de laboratório diferente da primeira, na sexta-feira (160, a prefeitura de BH confirmou, que não foi o primeiro caso. Segundo o executivo municipal, pelo menos 20 pessoas teriam recebido doses de diferentes laboratórios.

O guarda civil contou que ao ir ao posto de vacinação, no bairro Betânia, na zona Oeste da capital, ele recebeu imunizante da Pfizer. No entanto, quando recebeu a primeira dose, em abril, a vacina aplicada era da AstraZeneca.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

O guarda civil contou que entregou o cartão antes de receber a injeção. No entanto, só durante a aplicação uma das agentes de saúde percebeu o erro.

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou em nota que até o momento 20 pessoas teriam recebido doses trocadas na capital. A pasta ainda informa que faz acompanhamento diário dos processos de vacinação e que as equipes são todas treinadas e orientadas para ministrar as doses.

Todos os cidadãos que receberam doses da vacina de diferentes fabricantes deverão ser acompanhados individualmente. “A Prefeitura de Belo Horizonte informa que em situações de aplicações de imunizantes diferentes, a orientação do Ministério da Saúde é acompanhar cada caso, não sendo indicada a aplicação de uma terceira dose de vacina. As situações são acompanhadas pela Secretaria Municipal de Saúde”, afirmou a secretaria, em nota.

Os casos foram comunicados para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Fonte: Hoje em Dia

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação