O maior canal de informação do setor

Profarma chega aos 60 com foco na farmácia independente

3.029

Profarma chega aos 60 com recordes e foco na farmácia independente“O jiu-jitsu só começa na faixa preta”. Praticante assíduo do esporte, Sammy Birmarcker utiliza a frase de seus mestres como mantra para sempre ir além na condução dos negócios da Profarma. O CEO vê a distribuidora chegar aos 60 anos neste mês de maio, dos quais 15 como empresa de capital aberto, com números recordes e a segunda posição do atacado farmacêutico nacional. Garantiu a faixa preta, mas prepara uma profunda renovação e aposta na farmácia independente para alcançar a liderança no setor.

Os mais recentes números da Profarma indicam uma consolidação. A receita bruta de 2020 atingiu o recorde de R$ 6,3 bilhões, com crescimento de 13,8% frente a 2019. Já no primeiro trimestre deste ano, o lucro líquido foi de R$ 8,9 milhões, um salto em relação aos R$ 800 mil do mesmo período anterior – influenciado pelo IPO da d1000, sua divisão de varejo, que agregou R$ 400 milhões aos cofres da companhia. Nada foi capaz de deixar Birmarcker menos inquieto.

“Nosso estado de alerta deve ser permanente”, destaca o executivo. Imbuído desse espírito, ele vem liderando o projeto Cultura Viva, com a proposta de reformular os processos organizacionais. Deu início também a mudanças na diretoria, ao criar o cargo de vice-presidente por unidade de negócios para garantir mais autonomia às operações. Adriano Prado já assumiu esse posto na distribuidora e Birmarcker procura um nome para a área de varejo.

A companhia também está desenvolvendo uma plataforma de serviços e treinamento voltada para o varejo independente, que responde por 45% do volume de negócios do atacado. “Foi o nicho que mais cresceu nos últimos três anos e que ganhou relevância na pandemia. As pequenas e médias farmácias compensaram as perdas que tivemos com as lojas de shoppings em razão do isolamento social”, avalia. Esse segmento também foi determinante para impulsionar categorias como a de genéricos e higiene pessoal.

Para estreitar laços com as farmácias independentes, a Profarma projeta expandir a capacidade logística. “Até 2022 teremos mais dois centros de distribuição, cujas cidades ainda não podemos revelar, e vamos ampliar o CD do Rio de Janeiro”, antecipa.

O eixo Sul-Sudeste, onde estão seis dos 12 armazéns do grupo, representa 70% do faturamento. A empresa, porém, quer ganhar terreno também no Centro-Oeste e no Nordeste. Para isso, incrementou sua força própria de vendas, hoje com mais de 500 profissionais em todo o país. “Nosso DNA é ser distribuidor. E reforçar a capilaridade nos dá a segurança para absorver um modelo de vendas mais fracionado”, acredita.

Atuação no varejo

Embora aposte na venda pulverizada, a Profarma projeta também o crescimento orgânico da d1000, que hoje agrega 200 unidades das redes Drogasmil, Drogaria Rosário, Drogarias Tamoio e Farmalife, no Distrito Federal e nos estados de Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Tocantins. A previsão é abrir mais 30 lojas até dezembro, com foco no modelo popular. Ao final do primeiro trimestre de 2021, cerca de 35% dos PDVs são desse formato.

Em um pequeno espaço no centro do Rio de Janeiro, a Profarma surgia em 1961, pelas mãos do jovem Manoel Birmarcker, pai de Sammy. A prioridade era a atuação regional, mas ao longo das décadas seguintes, a companhia soube traduzir os ensinamentos do jiu-jitsu.

Profarma
Fundação: 1961
Faturamento: R$ 6,3 bilhões (2020)
Número de CDs: 12, sendo 1 no Centro-Oeste (Goiás), 5 no Nordeste (Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte), 4 no Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) e 2 no Sul (Paraná e Rio Grande do Sul)
SKUs: 15 mil
Número de farmácias atendidas: 45 mil
Volume médio de unidades comercializadas: 25 milhões/mês
Divisão de varejo d1000: 200 lojas, 2 milhões de consumidores e 5 milhões de unidades vendidas/mês

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Leia também: https://panoramafarmaceutico.com.br/2021/05/18/pague-menos-compra-extrafarma-por-r-600-milhoes/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação