O maior canal de informação do setor

Programa Dê a Mão para o Futuro da ABIHPEC é selecionado por comissão da ONU como exemplo de iniciativa sustentável

137

O Programa Dê a Mão para o Futuro – DAMF – liderado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) para incentivar a reciclagem por meio de investimentos em cooperativas de catadores – foi um dos 12 destaques de relatório produzido pela Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL), comissão regional da Organização das Nações Unidas (ONU), como resultado de uma avaliação de mais de 60 projetos e iniciativas.

O relatório ‘O Big Push para a Sustentabilidade e a dinâmica do emprego, trabalho e renda: o trabalho no contexto da transformação social e ecológica da economia brasileira’ reuniu iniciativas que revelaram uma gama de aspectos positivos que ultrapassam a dimensão ambiental. Os projetos incluídos no documento, entre eles o DAMF, mostram impacto no emprego, trabalho e renda, além de promover o desenvolvimento local, com a melhoria da renda dos trabalhadores e redução de desigualdades estruturais de gênero, de raça e geracionais.

Fruto de uma cooperação técnica entre a CEPAL, o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e a Representação no Brasil da Fundação Friedrich Ebert (FES), o relatório foi divulgado em evento virtual em setembro.

A presidente da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Manaus e representante do Movimento Nacional de Catadores, Suelen Ramos, participou do evento e contou sobre a parceria com o DAMF. Ela relatou que o programa liderado pela ABIHPEC trouxe investimentos importantes para as catadoras e catadores, que garantiram aquisição de caminhão, galpões e equipamentos para a triagem. Ela comentou que a parceria também contribuiu para uma maior formalização da atuação da cooperativa e para melhores jornadas de trabalho dos associados. Segundo Suelen, antes da parceria com o DAMF, cada catador tinha uma renda semanal entre R$100,00 a R$150,00. Hoje em dia, cada catador consegue receber semanalmente entre R$ 400,00 e R$450,00.

De acordo com o relatório, os desafios pós-pandemia apontam para a necessidade de adoção de medidas e estratégias pautadas na criatividade, no empenho coletivo, na responsabilidade para priorizar os temas ambientais e sociais, de modo integral e integrado à promoção da equidade em todas as práticas que envolvem as pessoas e seus modos de desenvolver atividades socioeconômicas.

Fonte: 2A+ Cosmética

Veja também: https://panoramafarmaceutico.com.br/semana-abihpec-de-mercado-encerra-com-setor-ainda-mais-atento-as-novas-demandas-do-mercado-de-hppc/

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação