Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Projeção de reajuste de medicamentos frustra mercado

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Reajuste de medicamentos
Foto: Canva

De acordo com o Citi, o fator X projetado para o reajuste de medicamentos em 2024 ficou abaixo do esperado pelo setor. E os primeiros impactos já foram sentidos nas ações de players da indústria e do varejo farmacêutico. As informações são da InfoMoney.

O banco aponta que os papéis de empresas como Blau Farmacêutica (BLAU3), Hypera (HYPE3), Oncoclínicas (ONCO3), RaiaDrogasil (RADL3) e Viveo (VVEO3) já começaram o viés de queda.

Quem teve a maior queda foi a Blau, com um recuo de 4,01% (ações a R$ 15,75), enquanto a menor foi da Hypera, regresso de 1,87% (ações a R$ 35,08).

A instituição financeira também aponta que a margem bruta da varejista tende a ser afetada pelo reajuste de medicamentos, tendo em vista o IPCA acumulado esperado para o próximo mês.

Fator de reajuste de medicamentos ficou em 0% 

Um dos primeiros passos para a análise do reajuste de medicamentos de 2024 foi dado no último dia 15 de dezembro, na primeira reunião ordinária da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED).

O Comitê Técnico-Executivo do órgão definiu em 0% (zero por cento) o valor do fator de produtividade (Fator X) que baliza o índice de reajuste.

Conforme a Resolução CMED 01/2015, o Fator X é estabelecido a partir da estimativa de ganhos futuros de produtividade das empresas que compõem a indústria farmacêutica no país.

Notícias mais lidas

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress