O maior canal de informação do setor

Quatro estados assinam termo da Anvisa para importar Sputnik V

161

Anvisa atualizou nesta quinta-feira (29) a situação da compra da vacina Sputnik V pelos governos estaduais. No dia 15 de junho a agência reguladora autorizou que os estados importassem de maneira excepcional e distribuíssem aos municípios um número limitado de doses do imunizante do instituto russo Gamaleya. Somente o correspondente à vacinação de 1% da população de cada estado.

A autorização é válida apenas para os estados que se comprometerem a cumprir 22 compromissos definidos pela Anvisa. Isso se deve à falta de informações sobre qualidade, segurança e eficácia da vacina. Essas condicionantes preveem medidas antes, durante e após o processo de importação.

Até agora, dos 16 governadores que fizeram o pedido para comprar a Sputnik V, somente quatro assinaram os termos de compromisso. São eles: Piauí, Bahia, Sergipe e Pernambuco. Apesar disso, a Anvisa informou que esses estados ainda não cumpriram três itens relacionados à etapa pré-importação, relacionados à esterilidade das vacinas e à fabricação da matéria prima, o IFA.

Os estados do Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas receberam o documento, mas ainda não assinaram. E o Ceará solicitou ajuste para firmar o termo.

Anvisa não recebeu proposta referente ao cumprimento das condicionantes de sete estados: Mato Grosso, Rondônia, Pará, Amapá, Goiás, Amazonas e Minas Gerais. Ao todo, a Anvisa autorizou a importação excepcional de 2 milhões e 99 mil doses.

Fonte: Agência Brasil

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação