O maior canal de informação do setor

FarmaBem restaura prédio da Belle Époque em Manaus

167

Assim como a culinária, costumes e linguagem, o patrimônio arquitetônico também faz parte da identidade de um lugar, pois é através dele que as gerações atuais e futuras têm acesso à história urbanística de sua comunidade. É nesse contexto que a direção da rede de drogarias FarmaBem acaba de finalizar o restauro de um dos mais belos prédios que compõem o conjunto arquitetônico da Praça da Matriz, no Centro Histórico de Manaus.

Veja também: Mogi Guaçu passa a contar com Banco de Medicamentos

De pé desde a Belle Époque, auge do ciclo da borracha, o prédio abriga, há 15 anos, uma das mais movimentadas unidades da rede FarmaBem, pertencente ao Grupo Tapajós, e teve seu visual recuperado como uma forma de contribuição da empresa à conservação do patrimônio histórico da cidade, onde mantém 39 lojas.

Siga nosso Instagram

A imponente construção está localizada na esquina da avenida 7 de Setembro com a rua Lobo D’Almada, e tem predominância do estilo neoclássico em sua concepção, segundo informações do arquiteto Josué Maciel, um dos responsáveis pelo projeto de restauração.

‘Quando os europeus estabeleceram-se em Manaus, fizeram o possível para se sentir em sua terra natal. Reproduzir o estilo arquitetônico europeu nas construções daqui foi apenas um desses meios. Apesar do primeiro registro de imóvel do prédio datar de 1968, ele é bem mais antigo que isso’, informa o especialista.

Segundo Maciel, realizar esse tipo de trabalho requer muitos cuidados, já que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) estabelece uma série de critérios e limites de intervenção na estrutura original. Para a restauração desse prédio da FarmaBem, especificamente, as maiores dificuldades foram as paredes antigas, que não podiam sofrer alterações drásticas.

Investindo em preservação e cultura

É fato que um projeto de restauro é bem mais caro e complexo que um de modernização, mas de acordo com o diretor de marketing, vendas e consumer experience do Grupo Tapajós, Fernando Ferreira, não tem preço poder devolver à cidade a beleza de construções que contam a história de onde viemos, deixando um legado às gerações futuras.

‘Temos cinco lojas localizadas em prédios históricos de Manaus e outras capitais do Norte, e nossa ideia é aplicar o projeto de restauração para todas elas. Especificamente para esse prédio em Manaus, também estamos planejando uma linda decoração natalina, que valorize sua beleza arquitetônica e crie um espírito de positividade para alegrar os corações num ano que foi tão difícil para todos’, comenta.

A obra, que precisou ser feita durante à noite e fins de semana para não atrapalhar o movimento do comércio, preservou, internamente, as esquadrias originais, de 4,9 metros de altura, feitas dessa forma para facilitar a ventilação dentro do espaço e, externamente, os elementos feitos em gesso e arabescos importados da Europa, já que na época em que o prédio foi construído ainda não havia muitos profissionais que trabalhassem com esse tipo de peça em Manaus.

Além disso, o prédio recebeu nova pintura tanto do lado de dentro quanto de fora. Sem intervenção, o segundo andar da construção ornou muito bem com o conjunto da obra, visto que sua cor original é muito próxima ao tom off-white escolhido para a área externa.

Fonte: O Povo Amazonense

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação