fbpx
O maior canal de informação do setor

Saúde negocia compra de 10 milhões de doses da CoronaVac para crianças

166

O Ministério da Saúde negocia 10 milhões de doses da CoronaVac para complementar a vacinação contra a covid-19 de crianças e adolescentes, que já ocorre no Brasil. Segundo o Instituto Butantan, esta quantidade de imunizantes está disponível para entrega imediata ao governo federal. Além disso, o instituto paulista ofereceu, em ofício, mais 20 milhões de doses adicionais para entrega de 20 a 25 dias, mediante assinatura do contrato.

“O Instituto Butantan acaba de responder à consulta do Ministério da Saúde, afirmando ter disponíveis 10 milhões de doses de CoronaVac para entrega imediata ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). No ofício, o Butantan oferece o quantitativo de imunizante já envasado e certificado pelo rigoroso controle de qualidade do instituto, além de 20 milhões de doses adicionais para entrega de 20 a 25 dias, mediante assinatura do contrato”, informou em nota.

Anteriormente, o Butantan havia informado que possuía 7 milhões de doses para pronta entrega, mas que a quantidade poderia aumentar conforme interesse do governo federal. O instituto já fornece doses da CoronaVac para o governo de São Paulo.

Em nota, o Ministério da Saúde informou “que segue em tratativas com o Instituto Butantan para a aquisição de novas doses de vacinas covid-19”. A pasta incorporou a CoronaVac na campanha de vacinação de crianças e adolescentes em 20 de janeiro, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter aprovado o uso emergencial da vacina para esta faixa etária.

Fonte: Correio Braziliense Online

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação