O maior canal de informação do setor

Segue em queda a procura por testes rápidos em farmácias

1.125

O mês de julho inicia com um viés de baixa na procura por testes rápidos de detecção da Covid-19 nas farmácias brasileiras. É o que indica o levantamento da Abrafarma, referente à semana de 28 de junho a 4 de julho.

O período registrou 216.297 testagens, contra 258.105 da semana anterior. O total de casos positivos foi de 41.288, o que corresponde a 19% do total. Pela primeira vez desde janeiro, o percentual está abaixo de 20%.

O total de testagens desde o início da implementação do serviço, em abril de 2020, chegou a 8.660.380 em 4.238 farmácias, sendo 1.852.241 positivos (21,39%) e 6.808.139 negativos (78,61%) para o novo coronavírus. Trata-se da quinta queda semanal consecutiva.

“Embora os números de casos positivos ainda sejam elevados, o aumento da imunização da população vem contribuindo para esse cenário de diminuição na procura por testes”, comenta Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma. Apesar da boa notícia, os números ainda estão longe do patamar registrado em dezembro de 2020, quando a semana de maior procura contabilizou 186 mil atendimentos.

Porém, as próximas semanas podem alterar esse curso, com a suspeita de transmissão comunitária da variante Delta, originária da Índia. Essa tendência pode se tornar realidade principalmente em São Paulo, estado com o maior número de testes realizados (80.093) – sendo 18% positivos para a Covid-19, apesar do avanço ter sido inferior a 1% em relação à semana anterior.

Somente sete estados apresentaram alta no índice de casos positivos, mas todos na casa de um dígito. Houve aumento de 8% no Maranhão, 7% no Rio Grande do Norte, 6% na Paraíba, 5% no Amapá, 4% em Goiás e 2% no Rio de Janeiro.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação