Fique por dentro dos principais FATOS e TENDÊNCIAS que movimentam o setor

Tecnologia assegura mais consistência em vendas sazonais

Acompanhe as principais notícias do dia no nosso canal do Whatsapp

Tecnologia assegura mais consistência em vendas sazonais
Foto: Divulgação Legenda: Daniel Melo, diretor de operações e negócios da Drogalis; e Ivan Lipolis, presidente do GrupoLIS

Como lidar com um movimento 300% maior em determinada época do ano? As vendas sazonais são um grande desafio para os lojistas alocados em cidades turísticas, mas a tecnologia pode ser uma grande aliada nesses casos.

Um exemplo emblemático foi vivido pela Drogalis, rede com 15 farmácias em São Paulo, sendo uma delas em Riviera de São Lourenço, no município de Bertioga (Baixada Santista).

A farmácia convive com um movimento três vezes superior durante os meses do verão e implementou tecnologias e planejamento para atender os consumidores  que estão de passagem pela região.

Planejamento para vendas sazonais começa um ano antes

Em março deste ano, no fim da última temporada de verão, a Drogalis reuniu-se com a indústria para alinhar as melhores estratégias para a Temporada Solar de 2023/2024.

“A Temporada Solar começou em março. Em setembro, fizemos nosso primeiro workshop com fornecedores específicos dessa estação, para garantirmos a disponibilidade dos produtos e as melhores condições de compra e venda”, conta Daniel Melo, diretor de operações e negócios na Drogalis.

Mas o planejamento, apesar de imprescindível, não é a única providência recomendável para o crescimento de vendas durante uma época específica do ano.

Tecnologia torna farmácia robusta

Em um varejo farmacêutico cada vez mais figital (físico e digital), uma maneira de absorver demandas acima do usual é investindo em teconlogia. Foi exatamente isso que fez a Drogalis.

“A inovação começou com a implementação de um modelo de televendas por telefone e WhatsApp, que inclusive conta com sistema de chatbot. Lançamos também nosso aplicativo para fomentar a convergência entre o físico e o online”, detalha.

Além dos atendimentos fora de loja, os realizados dentro da drogaria ou nas imediações também foram potencializados com o uso de um PDV móvel. “As lojas situadas em praias têm uma demanda muito intensa nessa época do ano. Por isso utilizamos o sitema, que permite realizar o check-out em qualquer lugar da loja, até mesmo no estacionamento”, comenta o executivo.

Melhor experiência do cliente é a chave

Não só o lojista sofre com uma demanda acima do comum motivada pela alta temporada. O consumidor, principalmente o do varejo farmacêutico, também pode ser sensivelmente impactado por ela.

“O cliente não gosta de ficar na fila. Se demorava muito, o consumidor desistia. Por isso, a tecnologia é uma forma de ampliar a estrutura de atendimento da loja, sem a necessidade de implementações que ficarão ociosas na baixa temporada”, explica Renan Duca, coordenador de projetos de implantação da Procfit.

O especialista vai ainda mais longe e aponta que muitos desses sistemas podem ser intercambiáveis. “Com isso, o varejista pode, nos períodos de baixa demanda, deslocar equipamentos de um PDV móvel para outra farmácia com maior fluxo de clientes no momento”, afirma.

E as possibilidades são muito maiores do que simplesmente encurtar filas. “Já vimos casos em que o lojista adesivou um carrinho de sorvete, colocou protetores solares dentro e saiu vendendo na praia. A tecnologia também foi peça vital da farmácia alocada dentro da Festa de Peão de Barretos, por exemplo”, comenta o coordenador.

Notícias Relacionadas

plugins premium WordPress
error: O conteúdo está protegido !!