O maior canal de informação do setor

Teste positivo da Covid-19 cresce quatro vezes em seis meses

524

Apesar da redução em junho, o número de testes positivos da Covid-19 em farmácias nos primeiros seis meses de 2021 foi quatro vezes maior que o do semestre anterior. O contingente de infectados chegou a 1,2 milhão, contra apenas 285,7 mil de julho a dezembro do ano passado.

Os resultados deste ano respondem por 2/3 dos casos confirmados desde o início da implementação do serviço, em abril de 2020. Também representam 19% do volume de testagens entre janeiro e junho – que chegou a 6,4 milhões. “No segundo semestre de 2020, esse percentual era de apenas 15%, o que demonstra a resiliência do vírus”, avalia Sérgio Mena Barreto, CEO da Abrafarma, responsável pela pesquisa.

A evolução da procura por testes no varejo farmacêutico também impressiona. Foram necessários seis meses para superar a marca de 1 milhão de atendimentos, em novembro do ano passado. Agora, o total de testes já é superior a 8,4 milhões, sendo 1,8 milhão com diagnóstico positivo (21%).

“Nessa pandemia, as farmácias e drogarias assumiram um papel estratégico como pontos de atenção primária à saúde, evitando que a população recorresse a hospitais ou prontos-socorros, além de auxiliar o poder público a mensurar o avanço da Covid-19 e estabelecer políticas de prevenção”, acredita Barreto.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico


Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente
Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!

Você pode gostar também

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação