fbpx

Variação dos preços de remédios em Vitória chega a 140%

A aposentada Nilda Coelho vai completar 91 anos neste sábado (16) e garante que não abre mão dos cuidados com a saúde. Frequentemente ela compra remédios para fortalecer os ossos e diz que faz pesquisas em farmácias para pagar pelo menor preço. “Eu acho que é muito importante pesquisar os preços. É melhor pagar menos do que pagar a mais”, disse a aposentada.

Siga nosso Instagram: https://www.instagram.com/panoramafarmaceutico/

O pedagogo Luiz Sérgio Quarto, de 71 anos, também fica atento aos melhores preços dos remédios e tem o costume de economizar fazendo comparações. “Tenho sim, nas principais farmácias. O meu problema é o diabetes e a hipertensão. Os preços dos remédios não são tão distanciados, mas varia R$ 10 em uma, R$ 8 na outra, R$ 6 em outra. Algumas dão mais desconto”, explicou Luiz.

A importância de comparar os valores para economizar foi reforçada por uma recente pesquisa feita pelo Proncon de Vitória. Em uma comparação feita com 65 remédios originais e genéricos, em quatro redes de drogarias na cidade, foi encontrada uma variação de até 140% nos preços dos medicamentos.

O remédio com a maior variação foi o genérico do Cloridrato de Ranitidina, utilizado para dores no estômago e úlceras. Na farmácia com o menor preço, o remédio custava no início de fevereiro cerca de R$ 18 e na drogaria com o menor valor praticado, o mesmo medicamento era comercializado por R$ 7,37. Uma diferença de mais de R$ 10 reais. Esse mesmo remédio não genérico também tem a maior variação de preço entre os consultados, R$ 58,92 na farmácia mais cara e R$ 33,99 no estabelecimento mais em conta, uma diferença de quase R$ 25 reais no valor.

Outro medicamente com grande variação no preço foi o genérico da Simeticona. Neste caso a variação de preço foi de 131%. Na farmácia mais cara, o medicamento é comercializado a R$ 11,55 e na mais barata, R$ 4,98, com uma diferença de quase R$ 6 entre os estabelecimentos visitados pelo procon.  

A gerente do Procon de Vitória, Hérica Correa Souza, afirmou que todas as pesquisas foram feitas utilizando os mesmos remédios na sua forma original e genérica, sem considerar os preços de promoções. Ela destacou que a entidade não multou ou notificou as farmácias com os preços mais altos, porque não existe tabelamento de preço.

“Nós não podemos aplicar nenhuma multa para esse caso, exceto quando há infração ao Código de Defesa do Consumidor”, explicou a representante do Procon.

Em relações às infrações que permitem a aplicação de multa, a gerente do Procon destacou a cobrança de preços no caixa diferente do que está em anúncios ou prateleiras, mas essa situação não foi flagrada durante o levantamento de preços para a pesquisa.

PESQUISA – MEDICAMENTOS 2019 (Confira a tabela completa)

Maior variação de preço:

CLORIDRATO DE RANITIDINA (150 MG – 20 COMPRIMIDOS)

Genérico: Maior preço (R$ 17,72) – Menor preço (R$ 7,37) – Variação: 140%

Original: Maior preço (R$ 58,92) – Menor preço (R$ 33,99) ? Variação: 73%

SIMETICONA(75 MG/ML – SOLUÇÃO ORAL – 15 ML)

Genérico: Maior preço (R$ 11,55) Menor preço (R$ 4,98) – Variação: 131%

Original:Maior preço (R$ 18,50) Menor preço (R$ 22,27) – Variação: 20%

AMOXILINA (500 MG -21 CÁPSULAS)

Genérico: Maior preço (R$ 23,98) Menor preço (R$ 11,25) – Variação: 113,16%

Original:Maior preço (R$ 64,74) Menor preço (R$ 47,37) – Variação: 36,67%

Fonte: Gazeta Online ES

Cadastre-se para receber os conteúdos também no WhatsApp  e no Telegram

Jornalismo de qualidade e independente O Panorama Farmacêutico tem o compromisso de disseminar notícias de relevância e credibilidade. Nossos conteúdos são abertos a todos mediante um cadastro gratuito, porque entendemos que a atualização de conhecimentos é uma necessidade de todos os profissionais ligados ao setor. Praticamos um jornalismo independente e nossas receitas são originárias, única e exclusivamente, do apoio dos anunciantes e parceiros. Obrigado por nos prestigiar!
Notícias relacionadas

Esse site utiliza cookies para aprimorar sua experiência de navegação. Mas você pode optar por recusar o acesso. Aceitar Consulte mais informação

viagra online buy viagra